Presidente da Starbucks, Pró-Blockchain, planeja corrida presidencial dos EUA

Howard Schultz, o presidente executivo da Starbucks, anti-bitcoin e pró-blockchain, confirmou recentemente sua intenção de deixar seu cargo na Starbucks e supostamente está pensando em entrar na política. Schultz negou no passado que está planejando concorrer à presidência, mas tem sido ativo ao longo dos anos no apoio a causas políticas.

Schultz, um político progressista, disse que está preocupado com o aumento das divisões nos Estados Unidos e a posição do país no mundo. Ele disse a seus empregados que considerará suas opções, incluindo serviço público e filantropia.

Uma história política

Schultz disse em 2017 que sua empresa contrataria 10 mil refugiados em um período de cinco anos depois que Trump anunciou uma ordem executiva para bloquear refugiados de alguns países de maioria muçulmana. Ele disse a seus funcionários no mês seguinte que Trump causou caos para a economia dos EUA.

Ele também criticou um plano de impostos republicano no ano passado que o Congresso aprovou em dezembro. Na conferência DealBook em novembro, ele afirmou que Trump queria reduzir a alíquota de impostos corporativos de 35% para 20%, cujo lucro, segundo ele, não ajudaria as pequenas empresas ou a metade das pessoas no país que não têm US$ 400 no banco para uma crise.Schultz doou US$ 10.800 para o comitê conjunto de arrecadação de fundos de Hillary Clinton com o Partido Democrata em 2016. Este ano, ele repetiu o feito para a campanha da senadora democrata de Washington, Maria Cantwell e para o VoteVets, uma organização política progressista.

Se opõe à Bitcoin, mas nem toda a moeda digital

Schultz disse no início do ano que o bitcoin não é uma moeda legítima, mas disse que uma moeda digital poderia ter um papel importante em um futuro sem dinheiro. Ele disse que a tecnologia de contabilidade distribuída pode ser usada além da criptomoeda. Schultz disse que acha que uma futura moeda digital poderia ter legitimidade e confiança.

Ele também disse que a Starbucks não planejava introduzir sua própria moeda digital, como fizeram a Burger King Rússia e a Kodak.

Em fevereiro, Ele disse que uma tecnologia digital proprietária poderia ser integrada ao aplicativo móvel da Starbucks.

Se os rumores de sua campanha presidencial planejada se mostrarem verdadeiros, a indústria de blockchain terá muito para ficar de olho.

Deixe um comentário