Processo para impedir expansão da mineração de Bitcoin

Sierra Club lidera processo para impedir expansão da mineração de Bitcoin

Várias organizações entraram com um processo contra a cidade americana de Torrey, em Nova York, por aprovar um plano para expandir uma instalação de mineração Bitcoin (BTC) perto de um dos Finger Lakes.

Em documentos judiciais protocolados na Suprema Corte do Estado de Nova York, o Sierra Club, o Seneca Lake Guardian, o Comitê para Preservar os Finger Lakes e mais de 20 residentes locais alegam que o governo local violou as leis estaduais ao aprovar o plano do terreno da Greenidge Generation para expandir as operações de sua instalação de mineração Bitcoin existente.

As alegações no processo afirmam que Greenidge burlou as leis que exigem uma Declaração de Impacto Ambiental ao buscar aprovação regulatória por meio de dois pedidos de aprovação separados, mas interdependentes. Os residentes de Nova York que aderiram ao processo têm vários motivos para entrar com o Sierra Club, que vão desde potenciais reclamações de ruído até especulações de que a instalação de mineração contaminaria a água do lago, afetando negativamente a vida selvagem e as atividades recreativas.

A usina Greenidge na cidade vizinha de Dresden usa um gasoduto para levar gás natural diretamente para a usina, gerando a energia consumida por sua instalação de mineração de Bitcoin e reduzindo os custos. A empresa de private equity Atlas Holding possui a instalação e instalou 7.000 máquinas de mineração de criptomoedas em 2019.

De acordo com o meio de comunicação local Fingerlakes1, recentemente a planta operou “apenas intermitentemente e muito abaixo de sua capacidade de geração”. Greenidge solicitou uma expansão com as autoridades locais, solicitando permissão para construir e operar quatro novos edifícios com equipamentos de mineração Bitcoin. A instalação permitiria ao Greenidge operar em plena capacidade, em tempo integral.

Em uma reunião do conselho municipal em outubro, a empresa afirmou que a instalação de mineração de Bitcoin “permaneceria firmemente dentro dos limites ambientais estabelecidos pelos governos estadual e federal”.

Veja mais em: Criptomoedas | Mineração | Notícias

Compartilhe este post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *