Quarta maior operadora de telefonia do mundo quer usar blockchain para um novo sistema de contratos

A gigante de telecomunicações japonesa Nippon Telegraph and Telephone (NTT) pode estar procurando inventar um novo sistema de contratos com base na tecnologia blockchain, de acordo com um pedido de patente publicado na quinta-feira.

O quarto maior provedor de telecomunicações do mundo detalha como poderia usar o aplicativo para armazenar contratos sem permitir que documentos fossem adulterados. Conforme descrito, o sistema usaria um blockchain para criptografar o contrato, bem como armazená-lo de maneira descentralizada, o que pode simplificar o processo pelo qual ele é verificado, removendo a necessidade de gerenciamento centralizado.

O “receptor de uma transação em um contrato emitido” geraria uma nova transação capaz de ser vinculada a uma “transação contratual” original, escrita em um bloco da cadeia.

O documento explica:

“A presente invenção usa uma blockchain como prova de um contrato feito entre uma pluralidade de partes. Um contrato aqui refere-se a um contrato de venda, um ato de transferência, um pedido, um acordo de consentimento ou similar e é um documento descrevendo o conteúdo de um contrato entre duas ou mais pessoas ou entidades. “Todas as partes que desejassem se envolver no contrato ligariam as transações a essa “transação contratual” principal que seria eventualmente devolvida à “parte emissora do contrato para fechar a cadeia de transações”.

Uma vez encerrada, a patente explica que haveria um “aparelho de verificação de acordo” para garantir que as evidências do contrato no blockchain sejam corretas, comparando as chaves públicas usadas para assinatura eletrônica no início do blockchain com as chaves usadas no final.

Todo o sistema, de acordo com a Nippon Telegraph and Telephone, é “um método simples … mantendo o modo de uma assinatura eletrônica por transação e mantendo a credibilidade”.

Sendo a quarta maior operadora de telefonia do mundo, avaliada em US$ 94,2 bilhões pela Michigan TechNews, a Nippon Telegraph and Telephone anunciaram em comunicado no ano passado que as tecnologias emergentes, como blockchain, estavam tornando a tecnologia da informação e das comunicações cada vez mais “complexo.”

Compartilhe este post

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.