Quem sair por último apaga a luz: Bancos e o medo das Criptomoedas

À medida que as novas tecnologias de pagamento – como as moedas digitais – tornam o dinheiro vivo menos necessário para as pessoas, mais empresas dizem serem afetadas por essa nova tendência.

A gigante no setor dos caixas 24 horas, Cardtronics, disse em um relatório feito aos seus acionistas e que foi arquivado pela Comissão de Valores Mobiliários (SEC) que as criptomoedas poderiam afetar seus negócios.

“As novas tecnologias de pagamento, como a Venmo, Zelle e as moedas virtuais, como o bitcoin, poderia reduzir a necessidade ou demanda de dinheiro da população em geral e impactar negativamente nos volumes de transações no futuro”, escreveu a empresa.

A corporação também acrescentou que as mudanças na indústria poderiam afetar a linha de fundo: “A proliferação de opções de pagamento e mudanças nas preferências dos consumidores e no comportamento de uso pode reduzir a necessidade de caixas e ter um impacto material adverso em nossas operações e fluxos de caixa”.


O relatório veio junto com a notícias de que a JPMorgan Chase vê o marcado de criptomoedas como uma ameaça ao seus negócios.

A instituição financeira avaliou o impacto das criptomoedas no processamento de pagamentos em sua seção de “fatores de risco”. Como resultado, o banco pode ter que apresentar novos produtos ou modificar ofertas existentes.

“Tanto as instituições financeiras como seus concorrentes não bancários enfrentam o risco de que o processamento de pagamentos e outros serviços possam ser interrompidos por tecnologias, como as criptomoedas, que não requerem intermediação”, escreveu o banco no seu relatório.

A empresa também disse que “As novas tecnologias exigirão ou poderão exigir que o JPMorgan Chase gaste mais para modificar ou adaptar seus produtos para atrair e reter clientes ou combinar produtos e serviços oferecidos por seus concorrentes, incluindo empresas de tecnologia”.

A também instituição financeira, Bank of America (BoA), informou que as criptomoedas poderia representar uma ameaça substancial para seus negócios  em sua apresentação anual para a SEC. A BoA, que é o segundo maior banco dos Estados Unidos por ativos, nunca tinha emitido uma nota de aviso sobre criptomoedas antes.

Fica cada vez mais notório o medo que plana sobre as instalações de cada corporação, as criptomoedas está de fato mudando paradigmas e conquistando novos adeptos ao redor do mundo. Você acredita que os bancos ou outras empresas financeiras estão com os dias contados? Deixe sua opinião nos comentários abaixo.

___________________________________
Siga-nos em nossas redes sociais:
Facebook: https://www.facebook.com/99cripto
Telegram: http://telegram.me/cripto99br
Twitter: https://twitter.com/99Cripto

Deixe um comentário