Início»Notícias»“Realmente existe um ouro digital, mas não é o Bitcoin”

“Realmente existe um ouro digital, mas não é o Bitcoin”

9
Compartilhamentos
Pinterest Google+

“Realmente existe um ouro digital, mas não é o Bitcoin”: Nova plataforma garante vender criptomoedas lastreadas ao ouro e metais preciosos.

A investidora de metais preciosos Sprott Inc e a distribuidora de moedas on-line APMEX se uniram para lançar uma nova maneira de investir em barras de ouro.

A dupla revelou o projeto como a primeira plataforma online dedicada a investir em ouro digital “para ajudar a todos a se tornarem investidores em metais preciosos“, com ouro e prata digitais 100% garantidos por metal físico armazenado na Royal Canadian Mint.

“Há realmente apenas um tipo de ouro digital, e não é Bitcoin ou outras criptomoedas”, disse Peter Grosskopf, CEO da Sprott.

“O que diferencia o ouro digital e o prata disponíveis na OneGold é que eles são respaldados por ativos físicos, e os investidores podem facilmente comprar, vender ou resgatar metais físicos.

Realmente existe um ouro digital
“Realmente existe um ouro digital, mas não é o Bitcoin”

“O ouro digital combina a estabilidade, diversificação de risco e armazenamento de valor a longo prazo proporcionado pelo ouro físico com a segurança e eficiência da tecnologia blockchain, sem as limitações significativas do Bitcoin ou outras criptomoedas.”

O CEO da APMEX, Ken Lewis, disse que o lançamento foi um marco importante para as duas empresas “à medida que entramos na próxima era de investimentos em metais preciosos”.

Ele disse que eles esperavam oferecer opções adicionais de metais preciosos digitais no futuro.

Fonte: Mining-journal

Siga-nos nas redes sociais
Canal no Telegram Siga-nos no Facebook Acompanhe nosso Twitter Siga-nos no Instaram
Leia Também:  Veja por que o Bitcoin crescerá SUBSTANCIALMENTE em 2019
Artigo anterior

Bradesco e Mitsubishi Bank vão utilizar as tecnologias Ripple para processar pagamentos internacionais

Próximo artigo

IBM usará blockchain para auxiliar pesquisas científicas

Nenhum Comentário

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.