Moneygram enfrenta ação judicial por sua parceria com a Ripple

Moneygram enfrenta ação judicial por sua parceria com a Ripple

A MoneyGram International foi processada por declarações falsas que a empresa supostamente fez a respeito de sua parceria com a empresa de fintech Ripple Labs que envolvia o token XRP.

A ação coletiva foi movida em 1º de março pelo Rosen Law Firm em nome dos investidores da MoneyGram que compraram ações da empresa entre 17 de junho de 2019 e 22 de fevereiro de 2021.

A empresa sediada em Nova York afirma que a MoneyGram enganou os investidores sobre sua parceria com a Ripple e o status legal do token XRP.

De acordo com o documento, nos últimos anos, a Securities and Exchange Commission (SEC) dos Estados Unidos considerou o XRP um título não registrado. Isso significa que, caso o regulador aplique as leis de valores mobiliários contra a Ripple, a MoneyGram perderia “o fluxo lucrativo de taxas de desenvolvimento de mercado”, algo que os advogados descrevem como “crítico” para os resultados financeiros da empresa.

Conforme relatado pelo The Wall Street Journal , a MoneyGram recebeu US$ 38 milhões em taxas de desenvolvimento de mercado líquido da Ripple em 2020, o que representa cerca de 15% dos lucros da empresa.

O processo também alega que os investidores da MoneyGram sofreram danos quando os verdadeiros detalhes foram divulgados.

Como a MoneyGram se associou à Ripple

A MoneyGram e a Ripple firmaram uma parceria estratégica em junho de 2019, com a última concordando em investir até US$ 50 milhões na empresa de remessa. No mesmo ano, a MoneyGram começou a usar a plataforma de pagamento internacional da Ripple, xRapid – mais tarde rebatizada como On-Demand Liquidity (ODL) – alavancando o token XRP para pagamentos internacionais.

No final de 2020, quando a SEC acusou Ripple de levantar US$ 1,3 bilhão em uma oferta de títulos não registrados, ela detinha cerca de 17% das ações em circulação da MoneyGram.

Apesar das declarações iniciais de que é improvável que o caso contra a Ripple tenha qualquer impacto negativo nas relações entre as duas empresas, em fevereiro de 2021 a MoneyGram anunciou a suspensão de sua parceria com a empresa californiana.

Traduzido e adaptado de: decrypt.co

Compartilhe este post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *