Robinhood quer US$250 milhões

Robinhood quer US$250 milhões

De acordo com fontes não reveladas, o aplicativo Robinhood mostrou crescimento superador durante crise pandêmica do novo coronavírus.

Robinhood, um app de negociação de ações e criptomoedas, teve um relato de diversos bugs no mês de março. O app tem tentado recuperar os dados causados por esses problemas através de novos investimentos de capital.

O aplicativo, de acordo com a Bloomberg, vêm arrecadando cerca de U$ 250 milhões, sendo avaliado por nada menos que U$ 8 bilhões! Essa nova fase de financiamentos está sendo liderada por investidores antigos do aplicativo. Bem como a empresa de capital de risco, Sequoia Capital – de acordo com fonte anônima.

Nesse mesmo relato dado por fonte anônima, foi dito que a Robinhood havia mostrado um crescimento nunca antes visto. No entanto, durante pandemia de coronavírus, a empresa passou de U$ 20 milhões em março de 2019 para U$ 60 milhões em março desse ano. Novas contas bateram número recorde durante instabilidade econômica.

O aplicativo demonstrou problemas no mês de março, em que nos dias 2 e 9 do mês, o app sofreu interrupção, o que promoveu pausa em atividades fornecidas pela plataforma. No dia 25 de março, um grupo afetado por esses problemas, acusou a plataforma de deixar usuários capazes de realizarem negócios em valores mobiliários ou alterar ordens de limite, através de uma ação contra a empresa.

Para recuperar o crédito com os usuários, a Robinhood acredita que tal financiamento pode ser de extrema importância, além de auxiliar nas questões legais relatadas nesse artigo. Apesar de não relatar a quantidade de usuários afetados, a Robinhood já teria iniciado a compensar os mesmos por volta do meio do mês de março.

Veja mais em: Notícias

Compartilhe este post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário