“Rússia não faz absolutamente nada para regular criptomoedas”

“Rússia não faz absolutamente nada para regular criptomoedas”

Apesar da Rússia ter adotado sua primeira lei de criptomoedas em janeiro de 2021, o mercado de criptomoedas do país ainda não é regulamentado e está associado a muitas incertezas, de acordo com um defensor da indústria local.

Yury Pripachkin, chefe da Associação Russa de criptomoedas e blockchain (RACIB), argumentou que os regulamentos de criptomoedas russos existentes nada mais são do que “meias-medidas” que nada têm a ver com soluções sistemáticas.

Em uma entrevista, Pripachkin referiu-se ao presidente russo, Vladimir Putin, emitindo vários mandatos consecutivos para adotar a regulamentação de criptomoedas nos últimos quatro anos. O executivo destacou que a capitalização total de mercado das criptomoedas aumentou de cerca de US$200 bilhões em 2017 para os atuais US$2,7 trilhões, mas os legisladores locais essencialmente não fizeram nada para capturar esse valor. Pripachkin disse:

“A Rússia não fez absolutamente nada para regulamentar o mercado local de criptomoedas, que responde por 10% do mercado global de criptomoedas. O tamanho do mercado de criptomoedas russo é comparável à receita do orçamento federal anual de US$270 bilhões.”

Pripachkin afirmou que a lei de criptomoedas da Rússia “On Digital Financial Assets” fornece uma base legal para criptomoedas em sentido amplo, mas não define os principais termos da indústria, como contratos inteligentes, nem regula atividades como criptomoedas, emissão e tributação.

O chefe do RACIB não está sozinho ao pensar que a indústria de criptomoedas russa é em grande parte uma zona cinzenta. Anna Maximenko, advogada do escritório de advocacia internacional Debevoise & Plimpton, acredita que a regulamentação de criptomoedas atual na Rússia é “limitada à definição de criptomoeda” e alguns outros aspectos, como a proibição de pagamentos. Maximenko disse:

“Outros aspectos do giro das criptomoedas, incluindo trocas e requisitos para os investidores, não são regulamentados atualmente.”

De acordo com o especialista, a ausência de regulamentação leva a uma situação em que não há exchanges de criptomoedas registradas na Rússia, e os residentes ainda podem usar serviços de exchanges de criptomoedas estrangeiras como Binance, Huobi Global, Paxful e outras. Maximenko acrescentou:

“Levando em consideração a posição negativa do Banco da Rússia sobre criptomoedas, pode muito bem ser o caso de que não haverá exchanges de criptomoedas russas, enquanto as exchanges de criptomoedas estrangeiras permanecerão em uma zona cinzenta.”

A notícia chega enquanto o governo russo mostra interesse crescente em criptomoedas como o Bitcoin (BTC), com alguns ministérios propondo minerar as criptomoedas com o gás associado.

No entanto, o governo russo continua cético em relação ao Bitcoin no que diz respeito ao interesse de seus próprios residentes, com o Banco da Rússia tentando limitar as transações das exchanges de criptomoedas, uma vez que o investimento em criptomoedas se tornou extremamente popular entre os investidores locais.

Veja mais em: Criptomoedas | Informações

Compartilhe este post

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.