Após banir as Exchanges no país, os projetos ICO, as negociações P2P e a grande repressão aos mineradores. O governo Chinês começou a bloquear o acesso doméstico das Exchanges que estão fora de seus territórios e baniu toda e qualquer publicidade envolvendo Criptomoedas e ICOs.

Um relatório da Financial News, site vinculado ao People’s Bank of China (banco central do país). Indica que as autoridades estão intensificando uma repressão que começou aproximadamente um ano atrás.

“Para evitar riscos financeiros, a China intensificará as medidas para remover quaisquer plataformas dentro ou fora de seus territórios relacionadas à negociação virtual de moeda ou ICOs”, informou o site. Os novos relatórios mostram que a China está agora visando sites estrangeiros atendendo aos usuários locais. No relatório informa que as ações foram iniciadas porque após o encerramento das trocas de câmbio virtuais domésticas. Muitas pessoas se voltaram para plataformas no exterior para continuarem participando de transações de moeda virtual.

Certamente estas restrições mais severas, está contribuindo para esta queda tão acentuada do mercado de criptomoedas nas últimas semanas. Uma vez que há poucos meses atrás a China era responsável por cerca de 60% das transações e 80% da mineração de criptomoedas.

 

Se quer aprender sobre o mercado, indicadores e como tomar melhores decisões faça o nosso Workshop (Blockchain e Criptomoedas), estamos com várias turmas abertas neste ano de 2018.

Deixe um comentário