Seria o sucesso o maior limitador para o Bitcoin?

limitador do Bitcoin

O Bitcoin é, de longe, a criptomoeda mais bem sucedida no mercado. No entanto, será que esse sucesso é também um limitador para o Bitcoin? Podemos dizer que existe uma certa relação entre os fatores.

Quando pensamos em expansão de mercado, pensamos em mais pessoas utilizando determinado produto ou tecnologia. Porém, quando o assunto em pauta é criptomoeda, o cenário toma outro rumo. Isso acontece pois quanto mais pessoas utilizando criptos, maior será o preço delas. Essa é a famosa lei da oferta e demanda de mercados escassos.

Isso mesmo o que você acabou de ler: grande parte das criptos são escassas, e isso incluí o Bitcoin. Por meio de artifícios computacionais, o BTC garante escassez, não importa o quanto se minere. Dessa forma, a quantidade de BTC no mercado tem um limite, e a busca por esse ativo causa valorizações absurdas, às vezes.

Porém, quanto mais bem sucedido o BTC é, maior seu valor. Para o investidor iniciante no criptomercado, por exemplo, isso pode dar uma falsa sensação de distância do ativo. Ou seja, ele pode se sentir incapaz de adquirir a cripto. E essa é a hipótese do próprio sucesso ser um limitador para o Bitcoin.

Como derrubar esse limitador para o Bitcoin?

A principal forma de combater esse limitador para o Bitcoin é o conhecimento. Na verdade, a maior arma contra qualquer tipo de limitador sempre é o conhecimento. Vamos deixar essa discussão para outra hora e focar no que interessa.

Grande parte das pessoas que demonstram interesse em adquirir BTC ou não tem nenhuma experiência com investimentos ou tem pouca experiência. Para piorar, a maioria não sabe como as criptos funcionam, o que dificulta ainda mais suas aplicações nesse mercado.

O conhecimento que mais falta aos novos investidores, o qual de fato é um limitador para o Bitcoin, é saber que dá para comprar frações da moeda digital. Se você não conhece muito bem o BTC, saiba que não há necessidade nenhuma de comprar um BTC inteiro: é possível comprar frações bem pequeninas do ativo. Dessa forma, você pode comprar até 0.000001 de um Bitcoin, se você quiser.

Problemas de nomenclatura no Bitcoin

Fora o alto valor que pode assustar investidores novatos no criptomercado, a nomenclatura  também é um limitador para o Bitcoin. De fato, a sigla BTC deveria aparecer como XBT, pois o “X” indica que o ativo não está associado a nenhuma país.

Porém, como o nome correto só foi adotado em alguns locais, o Bitcoin pode ter siglas diferentes em regiões do mundo diferentes, o que vira uma enorme confusão para os investidores iniciantes.

A mudança de nome dificulta principalmente para quem mora em países em desenvolvimento, pois a maioria do conteúdo sobre Bitcoin está em inglês, onde a sigla é BTC, mas no país do indivíduo pode ser bem diferente, causando estranheza e até um senso de desconfiança.

Em suma, se o mercado Bitcoin quiser crescer ainda mais – assim como algumas previsões especulam -, será interessante adotar uma nomenclatura padrão mundial, além de ofertar frações de BTC para novos investidores.

Veja um guia completo sobre criptomoedas clicando aqui!

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *