Início»Mineração»Tendência de mineração hacker cresce no mercado

Tendência de mineração hacker cresce no mercado

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Na próxima vez que você estiver visitando um site e o cooler do seu computador começar a enlouquecer do nada, pode haver uma atividade nefasta por trás disso. Sem você perceber, um hacker pode ter transformado seu notebook, computador ou até mesmo celular em uma máquina de mineração digital.

Com as criptomoedas seguindo com toda a fúria no submundo das altas tecnologias nos últimos anos – como por exemplo o bitcoin que viu sua máxima de valor chegar até US$ 20.000 por moeda em dezembro –  fazendas de mineração passaram a criar uma pressão sobre o mercado de produtos destinados a esse fim. Com a escassez de máquinas como ASICs e também das placas de vídeos, algumas pessoas que procuram minerar moedas digitais tiveram de procurar outros meios de minerar.

“Se o cooler está repentinamente aumentando sua velocidade e fazendo um monte de barulho, isso é uma boa indicação do que está acontecendo”, diz Dan Goodin, um editor de segurança da Ars Technica. “Não é garantido que isso aconteça, mas se alguém estiver navegando em um site e, de repente isso acontecer, é uma boa razão para suspeitar que algo está errado”.

Goodin lembra também do ataque que aconteceu no início deste mês em que mais de 3.400 sites, incluindo alguns associados aos governos dos EUA e do Reino Unido, foram infectados por um código que fazia com que sempre que alguém visitasse um desses sites, o computador dessa pessoa iniciaria automaticamente a mineração de monero.

“De repente, seu computador começaria a extrair essa moeda”, diz Goodin. “E, claro, isso está colocando uma pressão sobre o seu computador, ou, em alguns casos, seu smartphone, e está drenando a bateria do seu aparelho móvel ou a eletricidade que você está pagando, para alguém em algum lugar do mundo”.

Leia Também:  Hackers usam 200.000 roteadores brasileiros inseguros para mineração de criptomoedas

A mineração por computador não é a mais vantajosa. Os computadores que temos em casa e também nossos smartphones, não tem potencial suficiente para minerar criptomoedas, ou seja, caso você deseje fazer isso por conta própria, você não vai ganhar nada que compense o esforço do seu aparelho. Contudo isso pode ser diferente se você consegue infectar várias pessoas.

Com a ajuda de malwares, hackers conseguem invadir e instalar de forma anônima e escondida um programa que minera criptomoedas em seu computador e no computador de milhares de outras pessoas e com isso a mineração passa a ser mais vantajosa, tendo em vista que o hacker não vai precisar se preocupar com a energia que está gastando nem com os danos feitos na máquina.

Outra forma também muito comum, é a mineração feita por navegadores, como citado por Goodin, onde 3400 sites foram infectados por um código que forçava o minerador a minerar criptomoedas. Nesse caso, o hacker não precisa invadir a máquina da vítima, basta apenas que ele instale alguma extensão no código fonte de alguma pagina na web e sempre que alguém acessar esse site, o navegador irá passar a usar mais poder de processamento por conta da mineração.

Não bastando tudo isso, ainda existem “empresas” como a CryptoTab, que promete minerar via navegador e auxiliar seus ganhos com um esquema multinível. A suposta plataforma, promete que todo o colaborador irá ganhar muito dinheiro se conseguir chamar mais pessoas para o esquema e fazer com essas pessoas, minerem para a plataforma. Você, irá ganhar uma porcentagem dos ganhos de cada pessoa que conseguir atrair para o esquema. É claro que o site se trata de um sistema ponzi, mais conhecido como pirâmide e já foi denunciado pela a 99cripto.

Leia Também:  O que é CRYPTOTAB?

No que diz respeito a tomar medidas para defender-se dos hackers, Goodin recomenda a primeira e verdadeira linha de defesa: manter os sistemas operacionais e o navegador regularmente atualizados para todos os patches necessários. Além disso, ele diz que alguns programas antivírus irão informá-lo de que o navegador está tentando minerar criptomoedas e outra opção seria usar um bloqueador de anúncios.

Siga-nos nas redes sociais
Canal no Telegram Siga-nos no Facebook Acompanhe nosso Twitter Siga-nos no Instaram
Artigo anterior

Google não aceitará mais anúncios de Criptomoedas e preço do Bitcoin despenca

Próximo artigo

FOXBIT libera saques sem custos para os clientes durante manutenção

Nenhum Comentário

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.