LG usa tecnologia de reconhecimento facial para pagamentos

Terceirizada da LG usa tecnologia de reconhecimento facial para pagamentos

A empresa que realiza trabalhos de TI da LG Corporation está em fase de teste com a tecnologia de reconhecimento fácil com base em inteligência artificial, permitindo pagamentos através de moeda digital por usuários.

Os funcionários da LG CNS estão sendo usados no teste de reconhecimento facial. As tecnologias inclusas na plataforma são a IA, blockchain e nuvem. Assim, o sistema permite que o funcionário, após reconhecido, pague com moeda inspirada em blockchain, por produtos no restaurante da empresa.

O gerente de desenvolvimento da LG CNS declarou:

“Espera-se que a moeda da comunidade baseada em blockchain seja usada por muito mais pessoas, pois se torna mais conveniente quando se encontra com a IA. Quando as tecnologias de face são aplicadas recentemente, a blockchain que aumenta a confiabilidade da transação será usada mais amplamente. “

Objetivos da LG CNS incluem blockchain

Os testes na empresa iniciaram no mês de março, e não é a primeira ideia baseada em blockchain a se desenvolver. No meio do ano de 2019, a LG planejava utilizar a tecnologia para fornecer a limpidez da cadeia de suprimentos para almoço de refeitório de escolas. A tecnologia seria utilizada para conter dados sobre a compra, produção, distribuição e consumo dos produtos. Tudo com possibilidade de acesso pelo público.

No final do ano passado, a empresa se uniu a Kakao, subsidiária de blockchain de provedor de internet, para criar uma base mutuamente compatível.  Nessa época um diretor da LG declarou:

“Vamos quebrar as fronteiras existentes entre cadeias públicas e privadas através dessa parceria e combinar nossos pontos fortes para novas oportunidades de negócios”.

No entanto, os planos que não envolvem contato físico, parecem se encaixar completamente no estado atual do mundo, em que se faz necessário o isolamento social devido a pandemia do COVID-19. Mas, ainda assim, preocupações surgem.

O hacker e executivo de tecnologia, Trent Lapinsk uma vez divulgou que seria possível para autoridades realizarem alguns ajustes no código de blockchain, que seria corrompido para o desenvolvimento de sistemas de escravidão de crédito social. Contudo, o crescimento na tecnologia de vigilância, uso de drones automáticos, sistemas de reconhecimento facial e inteligência artificial, e do blockchain, juntamente com o 5G. Poderá assim, ser utilizado como meio incluso para exterminar a liberdade e privacidade de dados.

Veja mais em: Notícias

Compartilhe este post

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.