XP investimentos oferece fundo de criptomoedas

fundo de criptomoedas

No Brasil ainda não há regulamentação para investimentos em criptomoedas. Porém, isso não impediu o oferecimento de um fundo de criptomoedas pela XP investimentos. O produto é oferecido em forma de cesta, e vem da empresa Hashdex.

Também conhecido como “Ibovespa de criptos”, este fundo de criptomoedas foi criado por brasileiros. Em resumo, se trata de um índice de moedas virtuais, sendo listado na Nasdaq (bolsa americana).

Em uma publicação feita no Linkedin, a XP afirmou que seus clientes qualificados agora podem investir em criptos. A postagem foi feita na quinta-feira, 19 de janeiro de 2020.

No site da Hashdex podemos verificar que a empresa busca trazer ao Brasil os investimentos em criptos. Além disso, segundo eles seu método é simples, prático e seguro. Além disso, a própria CVM ajudou na elaboração do artifício para seu funcionamento.

Este serviço não é exclusivo da XP. Na verdade, já era possível realizar tal investimento pela BTG Pactual e Órama. Porém, com a inclusão na XP, investidores que não se sentiam seguros podem aproveitar a oportunidade.

Como é distribuído o fundo de criptomoedas da Hashdex?

A ideia principal por trás desse fundo de criptomoedas é: em vez de aplicar todo o dinheiro em uma ou outra cripto, aplica-se o dinheiro em uma cesta de moedas digitais. Dessa forma, o risco é reduzido e os lucros são aumentados.

Existem três opções de investimentos: Discovery, Explorer e Voyager. Os valores mínimos de investimento são de R$ 500, R$ 10.000 e R$ 100.000.

A principal diferença entre os planos de investimento, fora o valor mínimo, é a proporção investida entre criptomoedas e renda fixa. Portanto, temos, respetivamente, 20% – 80%, 40% – 60% e o Voyager indo até 100% – 0%, onde temos criptos – renda fixa.

Existe um time de especialistas que realiza análises técnicas no mercado de cripto. Dessa forma, ocorre a seleção das melhores moedas, sendo estas adicionadas na cesta. Além disso, a empresa está sempre monitorando a integridade do sistema, o que resulta em uma alta segurança.

Vejamos quais são as criptomoedas que estão presentes nessa cesta de investimentos (valores de 29 de janeiro de 2020):

  • Bitcoin: 75,87%;
  • Ethereum: 8,62%;
  • Ripple: 4,63%;
  • Bitcoin Cash: 3,15%;
  • Litecoin: 1,74%;
  • EOS: 1,71%;
  • Binance Coin: 1,26%;
  • Tezos: 0,47%;
  • Stellar: 0,55%;
  • TRON: 0,57%;
  • Chainlink: 0,43%;
  • NEO: 0,36%;
  • Ethereum Classic: 0,64%.

Automatização a favor dos investimentos

O índice do fundo de criptomoedas é revisado a cada 3 meses. Além disso, toda a gestão é automatizada e eficiente. Para fazer uso do sistema, uma taxa de 1% é cobrada anualmente. Além disso, em nenhum dos planos, segundo o site da empresa, é cobrada taxa de performance.

A cotização no fundo é aplicada em até um dia útil, independente do valor investido. No entanto, o prazo de resgate varia de acordo com o tipo de investimento. Ele pode demorar de 7 dias (Explorer) a 15 dias (Voyager). O menor patrimônio líquido, representado pelo Discovery, é de R$ 5,39 milhões.

Fonte: Hasdex

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário