Binance busca participação estratégica em exchange MX Global

Binance busca participação estratégica em exchange MX Global

A Binance, a principal exchange de criptomoedas do mundo por volume de negociação, está retornando aos mercados da Malásia com uma participação estratégica na plataforma regulamentada de negociação de ativos digitais do país da MX Global.

A Binance e a Cuscapi Berhad adquiriram uma participação importante na MX Global, um dos quatro operadores de mercado reconhecidos – Digital Asset Exchange licenciado pela Securities Commission (SC) na Malásia.

A principal exchange de criptomoedas tem uma presença significativa na região asiática e com sua nova parceria na Malásia, a exchange visa expandir o crescimento sustentável do mercado de criptomoedas no Sudeste Asiático. A MX Global, por outro lado, pretende apostar na recente parceria e no novo fluxo de capital para expandir seu mercado e se tornar um hub de liquidez líder na região.

A recente série de parcerias da Binance também reflete um tipo de padrão, especialmente em regiões onde a exchange achou difícil mitigar os requisitos de conformidade regulatória de forma independente. A exchange de criptomoedas restringiu seus serviços na Malásia em julho de 2021, após uma ordem do SC por não conformidade com as leis regulatórias.

Um representante da Binance disse que a recente parceria ajudará a exchange de criptomoedas a entender a abordagem regulatória local e explicou:

“Isso faz parte das iniciativas da Binance para cooperar com os reguladores. Ao trabalhar com plataformas regulamentadas, estamos apoiando os representantes locais a expandir ainda mais seus negócios enquanto permanecem em conformidade.”

Em Cingapura, a exchange de criptomoedas retirou seu pedido de licença de criptomoedas apenas uma semana após anunciar uma participação de 18% na bolsa de valores privada. A exchange de criptomoedas também conseguiu acessar a rede de pagamentos em libras esterlinas do Reino Unido por meio de sua parceria com a PaySafe depois de ser barrada pelo regulador do país em 2021.

A exchange de criptomoedas também adotou uma estratégia semelhante na Tailândia, onde teve que encerrar suas operações em julho de 2021, mas fez uma reentrada no mercado tailandês por meio de sua parceria com a Gulf Energy Development PCL do país em janeiro de 2022.

Em 2021, a Binance enfrentou avisos regulatórios e restrições de serviço de mais de uma dúzia de países. No entanto, a exchange conseguiu consertar seu relacionamento regulatório em várias dessas nações por meio de parcerias com terceiros.

Veja mais em: Notícias

Compartilhe este post

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.