Índia está avaliando imposto sobre bitcoin

O governo indiano está avaliando uma proposta para impor um imposto de 18% sobre bens e serviços nas transações de bitcoin, estimadas em cerca de 400 bilhões de rúpias (HK $ 42 bilhões) anualmente, relata o Times of India.

O Central Economic Intelligence Bureau, um braço do ministério das finanças indiano, apresentou a proposta ao Conselho Central de Impostos Indiretos e Alfândegas, sugerindo que os cofres públicos poderiam potencialmente receber 72 bilhões de rúpias anualmente no comércio de bitcoins.

O jornal citou fontes dizendo que o bureau sugeriu que os bitcoins podem ser categorizados na classe de “ativos intangíveis” e um imposto sobre bens e serviços pode ser cobrado em todas as transações.

O conselho sugeriu que a criptomoeda pode ser tratada como ativo circulante e os encargos tributários sobre as margens feitas em sua negociação.

No início deste ano, a Suprema Corte indiana suspendeu a proibição de dois anos imposta pelo Banco da Reserva da Índia aos bancos e instituições financeiras para lidar com moedas digitais.

Existem opiniões mistas sobre o Bitcoin. Mark Newton, que está otimista com a criptomoeda, alertou os investidores para venderem em uma a duas semanas, embora a maioria das casas de investimento tenha apontado que se tornou um veículo de investimento convencional.

Dado que o Bitcoin acabou de atingir um recorde, Newton disse que ele ainda está bastante otimista em uma base de médio prazo. Mas ele previu que os bitcoins podem atingir o pico no próximo mês.

Enquanto isso, a exchange de criptomoedas Coinbase disse que suspenderia a negociação da criptomoeda XRP depois que os reguladores dos EUA acusaram a empresa de blockchain associada Ripple de conduzir uma oferta de títulos não registrados de US$ 1,3 bilhão (HK $ 10 bilhões).

O Economic Times disse que a empresa está se preparando para uma listagem no mercado de ações e solicitou à Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos para abrir o capital.

Traduzido e adaptado de: thestandard.com.hk

Compartilhe este post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *