Início»Criptomoedas»Bitcoin»Bitcoin falhará à medida que os governos aumentarem o regulamento

Bitcoin falhará à medida que os governos aumentarem o regulamento

3
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Três grandes economistas americanos recentemente falaram negativamente sobre as chances de sobrevivência da Bitcoin (BTC) em uma entrevista ao Financial News.

Joseph Stiglitz, Kenneth Rogoff e Nouriel Roubini fizeram declarações argumentando que o Bitcoin fracassaria como moeda, ou seja, criticando a ausência de valor intrínseco da criptomoeda e sua volatilidade de preço.

Stiglitz, economista ganhador do Prêmio Nobel e professor da Universidade de Columbia, em particular, criticou o anonimato do Bitcoin, que ele argumentou que contradiz a ideia de criar “um sistema bancário transparente”.

Segundo o economista, as criptomoedas como Bitcoin permitem uma “atividade nefasta”, que “nenhum governo pode permitir”. Stiglitz afirmou ainda que os reguladores financeiros globais ainda não agiram com mais rigor porque o mercado de criptos ainda é relativamente pequeno, afirmando:

“Uma vez que [o mercado de criptomoedas] se torna significativo, eles usarão o martelo”.

Rogoff – o ex-economista-chefe do Fundo Monetário Internacional (FMI), professor da Universidade de Harvard, reiterou sua posição crítica sobre o Bitcoin, alegando que a maior criptomoeda valeria até US$ 100 em dez anos. Ele também falou sobre o envolvimento do governo na esfera da criptomoedas, alertando que “as pessoas no poder” cuidarão de regulamentar “transações anônimas”.

Roubini, o economista da NYU também conhecido como ” Dr. Doom ” por supostamente prever a crise financeira de 2008, argumentou que o Bitcoin não preenche “nenhuma das” características do dinheiro. Roubini também criticou a volatilidade do Bitcoin, afirmando desdenhosamente que o Bitcoin “nem sequer é aceito em conferências bitcoin, e como algo que cai 20% em um dia e depois sobe 20% no próximo será uma reserva estável de valor?”

Como Stiglitz lembrou na entrevista que, alguns governos de todo o mundo fizeram afirmações explícitas sobre as criptomoedas como um fenômeno que, pelo menos em seus volumes atuais, não ameaça as finanças tradicionais.

Leia Também:  ANÁLISE BITCOIN 19-02

Essa semana, o Banco Central da Coreia do Sul (BOK) também alegou que os ativos de criptomoedas não representam riscos para o mercado financeiro local, dado o seu volume “não muito grande” em comparação com outros mercados de ações.

No final de maio, uma agência do governo holandês declarou que as criptomoedas apresentam baixo risco para a estabilidade financeira no país, indicando também o envolvimento limitado de instituições e sistemas financeiros tradicionais.

Siga-nos nas redes sociais
Canal no Telegram Siga-nos no Facebook Acompanhe nosso Twitter Siga-nos no Instaram
Artigo anterior

Bitcoin vs China: Quem ganha essa guerra?

Próximo artigo

BitMOR, uma nova mineradora de criptomoedas nos EUA

Nenhum Comentário

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.