Bitcoin irá cair antes do Halving de acordo com analise história

antes do halving

O Halving do Bitcoin é um evento que está sendo muito aguardado pela comunidade da cripto. Porém, há uma grande especulação acerca do que ocorrerá com seu valor. Olhando o passado, podemos dizer que antes do Halving teremos um recuo no preço do Bitcoin.

Embora seja uma afirmação um tanto quanto obscura, ela tem embasamento em dados. Antes do Halving passado, por exemplo, acompanhamos uma queda do preço dessa cripto. No entanto, isso pode ser facilmente explicado olhando do ponto de vista das mineradoras.

Em primeiro lugar devemos ter em mente que as mineradoras possuem uma grande quantidade de Bitcoins acumulados e, por conta disso, não têm interesse em apostar no preço futuro do BTC. Dessa forma, vender seus criptoativos a um valor garantido faz muito mais sentido para elas.

De fato, os dados históricos do BTC apontam um recuo antes do Halving e, logo em seguida, um aumento repentino de preço.

Será mesmo que irá cair antes do Halving?

Embora essa análise seja bastante tentadora, talvez seja melhor tomar cuidado com suas operações em BTC com base no que foi dito até aqui. Mesmo que tenha dados históricos e até mesmo um motivo lógico para o comportamento do preço do BTC, devemos levar em conta que só ocorreram 2 Halvings até o momento.

Assim, para quem tem conhecimento em estatística básica, fica claro o sinal de cuidado nessa especulação. Dois eventos, de acordo com a estatística, não podem apresentar correlações confiáveis, sendo necessário, no mínimo, 3 ocorrências iguais.

Em linhas gerais, o que foi usado como argumento sólido, que é o caso da base histórica, na verdade é apenas uma chute com embasamento. No entanto, mesmo tendo embasamento, é apenas um chute.

Para ficar ilustrado o que isso significa, digamos que quando o cantor Roberto Carlos se apresenta no Rio de Janeiro, por exemplo, ocorrem 2 arrastões na Praia da Barra da Tijuca na mesma semana. Porém, vamos supor que ele só tenha se apresentado apenas 2 vezes no Rio de Janeiro. E aí? Acha que na próxima vez que ele se apresentar no Rio teremos um arrastão na Tijuca? A resposta é não.

Como no caso do Roberto Carlos, a queda antes do Halving do Bitcoin pode ser apenas uma gigantesca coincidência. Dessa forma, procure evitar tomar ações com base em chutes, mesmo que sejam chutes com embasamento.

Diferença de mercado

Nos dois Halvings anteriores, o tamanho do criptomercado era muito menor do que vemos nos dias de hoje. Dessa forma, mesmo que haja uma tentativa de prever o que acontecerá durante o Having do Bitcoin com base no passado, ela estará defasada por conta da mudança de cenário entre as ocorrências desse evento.

Assim, podemos alegar, sem sombra de dúvidas, de que só o tempo dirá o que vai ocorrer antes do Halving e até mesmo depois do evento. O dinamismo do mercado, o surto do coronavírus, além de crises espalhadas pelo globo reduzem qualquer tentativa de previsão em apenas mais um chute.

Como foi dito antes, não tome decisões com base em chutes, mesmo que sejam chutes com embasamento!

Compartilhe este post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *