Blockchain.com levanta US$300 milhões

Blockchain.com levanta US$300 milhões

O provedor de serviços de criptomoeda com sede em Londres, Blockchain.com, levantou US$300 milhões em uma nova rodada de investimentos que avaliou a empresa em US$5,2 bilhões – acima de uma avaliação de US$3 bilhões apenas um mês atrás.

A rodada de investimentos foi liderada pela DST Global, Lightspeed Venture Partners e VY Capital, e é o terceiro maior aumento de capital da indústria até o momento. A soma é igual à arrecadada em uma única rodada por Bakkt em março de 2020, ficando atrás apenas dos US$350 milhões da BlockFi no início deste ano e dos US$400 milhões da Bitmain Technologies em 2018.

Apenas um mês atrás, Blockchain.com levantou $120 milhões em uma avaliação subsequentemente relatada de $3 bilhões. O Wall Street Journal observa que, embora o levantamento de capital no espaço criptográfico tenha caído de um total de US$4,5 bilhões em 2018 para US$2,7 bilhões em 2020, este ano já assistimos a três dos maiores aumentos de capital de todos os tempos na história do setor.

Blockchain.com planeja usar os novos fundos para recrutar mais funcionários e apoiar seus negócios institucionais. De acordo com o CEO Peter Smith:

“O lado institucional exige mais capital. Quando você está oferecendo aos gerentes de ativos, eles querem ver um grande balanço.”

Smith acrescentou que, se a atual explosão de preços do Bitcoin (BTC) continuar, ele espera que o lucro da Blockchain.com em 2021 atinja um recorde histórico na casa dos “nove dígitos”. Seu negócio já supostamente dobrou desde o início deste ano. De acordo com Smith, a empresa tem 31 milhões de usuários verificados em 200 países e 70 milhões de carteiras digitais registradas. Nesse ínterim, levantou um total de US$1,5 bilhão desde sua fundação em 2011.

Smith também deu a entender que a empresa está “considerando cuidadosamente suas opções de mercado público”, com um olhar atento sobre o resultado da muito esperada oferta pública inicial da Coinbase, ou IPO, no final deste ano. A Coinbase tinha uma avaliação pré-IPO estimada em cerca de US$100 bilhões no início de março e pretende vender até 115 milhões de ações na bolsa de valores Nasdaq, de acordo com seu recente arquivamento junto à Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos.

Veja mais em: Criptomoedas | Notícias

Compartilhe este post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *