Capacidade dos EUA de bloquear Rússia usando criptomoedas

Christopher Wray, diretor do Federal Bureau of Investigation, disse que o decreto era um caminho mais provável para a Rússia explorar para contornar as sanções, dada a capacidade dos Estados Unidos de bloquear esforços usando criptomoedas.

Em uma audiência do Comitê Seleto de Inteligência do Senado, o senador do Novo México, Martin Heinrich, perguntou ao diretor do FBI se a Rússia poderia responder ao impacto econômico dos Estados Unidos proibindo as importações de petróleo e gás do país usando reservas de ouro, moeda da China sou criptomoedas. O diretor Wray, disse:

“O FBI e nossos parceiros construíram uma experiência significativa em ativos digitais.”

Citando o trabalho recente do departamento na apreensão de grandes quantidades de tokens como evidência de que havia vulnerabilidades no uso de criptomoedas para contornar sanções. Wray completou:

“A capacidade dos russos de contornar as sanções com criptomoedas provavelmente é altamente superestimada por parte deles e de outros. Somos, como comunidade e com nossos parceiros no exterior, muito mais eficazes nisso do que acho que às vezes eles pensam e há muita experiência em termos de ferramentas e estratégias para ajudar a bloquear esse tipo de esforço. Em última análise, o que eles realmente precisam fazer é ter acesso a alguma forma de moeda fiduciária, o que se torna mais desafiador.”

A diretora de Inteligência Nacional, Avril Haines, acrescentou que o presidente russo, Vladimir Putin, provavelmente antecipou sanções por suas ações contra a Ucrânia e criou um fundo de reserva para diminuir o impacto econômico. No entanto, ela disse que o Departamento do Tesouro dos EUA e outros governos estrangeiros agindo para sancionar a Rússia dificultaram o acesso aos fundos.

Após as ações militares da Rússia em 24 de fevereiro, os Estados Unidos e governos de toda a União Europeia anunciaram sanções destinadas a prejudicar financeiramente o país. Muitas agências e departamentos, incluindo a Rede de Repressão a Crimes Financeiros dos EUA e a Comissão Europeia, disseram que estariam analisando a possibilidade de a Rússia usar moeda digital para evitar sanções. O presidente dos EUA, Joe Biden, também assinou uma ordem executiva com o objetivo de criar uma estrutura regulatória para criptomoedas que mencionasse os riscos de contornar as sanções.

Veja mais em: Notícias

Compartilhe este post

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.