Coreia do Sul estuda revogar proibição de ICOs feita em 2017

O governo da Coréia do Sul está pensando em reverter sua proibição de ICOs, pois examina uma série de outros regulamentos relacionados à criptomoedas.

As autoridades financeiras sul-coreanas têm vindo a desenvolver um plano que permita que as ICOs sejam realizadas no país, de acordo com The Korea Times, que atribui a informação a fontes anônimas.

Essas autoridades, aparentemente, conversaram com representantes do Serviço Nacional de Impostos, do Ministério da Justiça e de outras agências governamentais sobre uma possível estrutura que regularia a venda de moedas virtuais através de ICO e que só seria implementada se e quando “certas condições sejam atendidas.”

Uma fonte – não está claro se ela é a mesma fonte que forneceu a citação acima – disse que outras medidas, como impostos de valor agregado e ganhos de capital em transações de ativos digitais e impostos corporativos sobre exchanges, também estão sendo discutidas em círculos governamentais. A fonte postulou que essas medidas deveriam ser adotadas antes que a proibição das ICOs, que está em vigor desde setembro de 2017, possa ser revertida.

De acordo com os relatórios, as autoridades não obrigaram as empresas a devolver o dinheiro que arrecadaram durante as ICOs realizadas antes da proibição ter sido anunciada, e continuam a permitir que investidores sul-coreanos coloquem dinheiro em ICOs estrangeiras.

Kang Young-soo, que lidera a equipe de respostas sobre moeda virtual da Comissão de Serviços Financeiros (FSC), disse que sua agência ainda está pesando a possibilidade de permitir que os investidores sul-coreanos participem das ICOs, além de permitir que as empresas as conduzam.

“O FSC reconheceu uma visão de terceiros sobre [uma reversão da proibição], mas não há nada que possamos dizer oficialmente no momento”

Disse ele, acrescentando que, embora o governo esteja trabalhando para regular o mercado das moedas virtuais, ele não planeja regular os próprios ativos digitais.

No início de março, foi revelado que o governo da Coreia do Sul tinha proibido todos os seus funcionários de manter e comercializar criptomoedas. Agora, com a possível revogação da lei de proibição, as chances do governo ser menos rigoroso com ativos digitais se torna mais possível.

Você acredita que essa revogação poderá estimular o mercado e fazer com que as criptomoedas voltem a valorizar? Deixe sua opinião nos comentários abaixo.

Deixe um comentário