Deu a louca? Congressista dos EUA pede proibição de compra e mineração de criptomoedas

Brad Sherman não é estranho a declarações controversas sobre o assunto – em março ele chamou as criptomoedas de “crock” insinuando que a criptomoedas são falsas – e durante a audiência de quarta-feira de um subcomitê do Comitê de Serviços Financeiros da Câmara, ele chegou a defender que os norte-americanos deveriam se manter totalmente fora do mercado de criptomoedas.

“Deveríamos proibir as pessoas dos EUA de comprar ou minerar criptomoedas”, declarou o democrata californiano – cujo maior doador é o processador de cartões de crédito Allied Wallet – declarou. Ele acrescentou que, além das criptomoedas serem potencialmente usadas como uma forma de dinheiro no futuro, ela pode atualmente ser usada por evasores de impostos que tentam contornar as leis dos EUA.

A ideia foi criticada

Um dos painelistas, Norbert Michel, diretor do Centro de Análise de Dados da Heritage Foundation, criticou a ideia de que o uso criminoso deveria definir as criptomoedas como um todo.

Michel disse ao subcomitê:

“Sim, é verdade que criminosos usaram bitcoin, mas também é verdade que criminosos usaram aviões, computadores e automóveis. Não devemos criminalizar nenhum desses instrumentos simplesmente porque criminosos os usaram.”

“Esses componentes, acredito, são as principais barreiras à adoção generalizada nos EUA”, acrescentou.

Compartilhe este post

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.