FBI adverte sobre golpes de falso suporte técnico à criptomoedas

O FBI declarou nesta quarta-feira que os consumidores precisam ser cautelosos em relação aos possíveis golpistas que se apresentam como funcionários de apoio à exchanges.

O Internet Crime Compliant Center (IC3), um departamento do do FBI, informou no último dia 28, sobre fraudes que se passam por suporte técnico de excahgens, o que seria, segundo o departamento, uma nova tendência

“um golpe problemático e generalizado” disse a nota.

Além disso, também foi mencionado que os consumidores apresentaram cerca de 11.000 reclamações sobre perdas de mais de US$ 15 milhões relacionadas à fraude de suporte técnico em 2017.

De acordo com o comunicado oficial, os investidores de criptomoeda nos dias de hoje estão se tornando mais um alvo para os fraudadores, “com perdas de vítimas individuais, muitas vezes em milhares de dólares”.

A agência descreveu o cenário de ser enganado da seguinte maneira: números falsos de suporte são publicados e depois encontrados por vítimas que estão procurando informações. Durante a conversa, o fraudador pede à vítima que envie sua criptomoeda para uma carteira “temporária” enquanto os problemas estão sendo tratados. No entanto, os fundos nunca são devolvidos.

“O suporte fraudulento pede acesso à carteira virtual da vítima e transfere os ativosl da vítima para outra carteira para retenção temporária durante a manutenção. A moeda virtual nunca é devolvida e os criminosos interrompe toda a comunicação ”.

Este aviso do FBI está destacando o fato de até onde os fraudadores estão dispostos a ir para ganhar ilicitamente criptomoedas dos usuários. No entanto, isso não é novidade para os mercados, já que numerosos casos de fraude foram registrados nas plataformas Google, Facebook e Twitter, o que também pode ter feito com que esses gigantes da Internet impedissem os anúncios que envolvam ativos digitais.

Compartilhe este post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário