O gigante das pesquisas disse na terça-feira que irá revisar suas políticas publicitárias em junho para restringir os anúncios de criptomoedas e informações relacionadas a mesma, como ofertas de moedas iniciais, anúncios de exchanges, carteiras e assessoria comercial sobre criptomoedas. Essa proibição é válida para os anúncios no próprio site e também para outras plataformas pertencentes ao Google.

A proibição é outro grande golpe para o mercado de moedas digitais, que viu suas bases estremecerem quando outro gigante, o Facebook, informou em Janeiro, que também iria proibir anúncios sobre criptomoedas e ICOs em sua plataforma. Isso significa que novas empresas e exchanges de cripto serão impedidas de anunciar nas duas maiores plataformas de anúncios online. O Google e o Facebook receberam aproximadamente 63% dos investimentos em anúncios digitais nos EUA só no ano passado, de acordo com o eMarketer.

A proibição do Google vem quando o bitcoin e outros criptomoedas ainda lutam com a atividade fraudulenta e as transações ilegais. Como as exchanges de moedas digitais ainda não são reguladas e as transações são difíceis de serem revertidas, elas se tornaram alvos para fraudes.

A lavagem de dinheiro também é um dos principais alvos dos críticos de criptomoedas. Que alegam que, com o anonimato do bitcoin e de outras altcoins, as moedas digitais se tornam o ativo perfeito para quem deseja lavar dinheiro de fontes ilegais.

Essa semana, noticiamos o primeiro esquema de lavagem de dinheiro que usava bitcoin. Na operação intitulada “Pão Nosso”, a polícia federal cumpriu 14 mandados. Dentre eles, um delegado e um ex-secretário do ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, foram presos.

Com a situação atual das criptomoeda no mundo, notícias como essas podem piorar ainda mais a tendência de queda do mercado.

O Bitcoin, por volta das 13h, estava em queda de aproximadamente -5,25%, cotado a pouco mais de US$8,6 mil. Desde o início do ano, a criptomoeda tem lutado contra o seu próprio preço, que já contabiliza -50% do seu valor desde Dezembro.

Será que a notícia do Google irá derrubar o preço do bitcoin para valores ainda menores? Deixe sua opinião nos comentários abaixo.

Deixe um comentário