Início»Blockchain»Primeiro empréstimo através da tecnologia blockchain fechado pela Porsche

Primeiro empréstimo através da tecnologia blockchain fechado pela Porsche

42
Compartilhamentos
Pinterest Google+

O banco usou a tecnologia blockchain para facilitar vários tipos de empréstimos corporativos no passado.

O principal fabricante de carros esportivos Porsche e o grupo de serviços financeiros Banco Bilbao Vizcaya Argentaria (BBVA) anunciaram o fechamento de um empréstimo corporativo de € 150 milhões (aproximadamente US$ 170 milhões) usando a plataforma blockchain do banco espanhol.

O empréstimo, que o BBVA afirma ser o “primeiro empréstimo a prazo de aquisição já contratado através da tecnologia blockchain”, foi concedido à Porsche Holding Salzburg, a maior distribuidora automotiva da Europa. O empréstimo facilitará as “aquisições estratégicas na rede de distribuição varejista na Europa e na Ásia”.

A Porsche é agora a primeira empresa não espanhola a usar o blockchain do BBVA para fechar um empréstimo corporativo.

Primeiro empréstimo através da tecnologia blockchain fechado pela Porsche.

Em abril, o BBVA anunciou que havia concluído uma “transação de empréstimo corporativo global” de 75 milhões de euros, usando o blockchain do início ao fim. Durante este teste piloto, o BBVA fez uma parceria com a empresa global de tecnologia e consultoria Idra para ver se a tecnologia blockchain poderia aumentar a transparência relacionada ao processo de empréstimo corporativo.

Em maio, o BBVA fez uma parceria com o Mitsubishi UFJ Financial Group (MUFG), do Japão, e o BNP Paribas, da França, para completar um empréstimo de € 150 milhões concedido à Red Eléctrica Corporation, operadora nacional de redes elétricas da Espanha.

Leia Também:  Porsche, Volkswagen e o poder da Blockchain

Enquanto o BBVA reivindicou que o empréstimo da Red Eléctrica Corporation seria o primeiro “acordo de empréstimo consorciado baseado em blockchain” e que era a primeira vez que um acordo na vida real era concluído, o acordo realmente ocorreu na rede de testes Ethereum em vez da mainnet.

No futuro, o BBVA pretende usar a tecnologia blockchain para aumentar a utilidade e a transparência de seus “produtos principais”, como o financiamento corporativo, e desenvolver um modelo de financiamento “Do It Yourself (ou DIY) para seus clientes empresariais e corporativos”.

Traduzido e adaptado de : ethnews.com

Siga-nos nas redes sociais
Canal no Telegram Siga-nos no Facebook Acompanhe nosso Twitter Siga-nos no Instaram
Artigo anterior

Samsung planeja lançamento de carteira de criptomoedas disponível no Galaxy S10

Próximo artigo

Clube de futebol brasileiro lança token para fãs

Nenhum Comentário

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.