Rússia planeja usar blockchain nas próximas eleições

A tecnologia Blockchain está programada para ajudar a garantir e verificar os resultados das eleições na Rússia, bem como nos Estados Unidos.

Em um esforço para fornecer um sistema mais seguro para os eleitores, a Comissão Eleitoral Central da Rússia está planejando implementar um sistema de votação baseado em blockchain protegido contra hackers, manipulação e outras formas de fraude eleitoral.

A política russa Ella Pamfilova declarou na estação de rádio Moscow Calling no início desta semana:

“Vou discutir essa questão com o presidente … há uma demanda pública por isso. Nós renovamos tudo o que podíamos antes da última eleição, mas agora que a eleição acabou, temos que agir preventivamente. Eu quero fazer um sistema que não tenha analógico, um sistema baseado em blockchain. Essa é minha ambição.”

O sistema planejado da Pamfilova seria seguro contra ataques de hackers, ao mesmo tempo em que provaria um sistema simples e conveniente para cidadãos comuns que desejam votar. Ela também observou que a tecnologia para fazer um sistema que é “garantido contra manipulação de qualquer lado” já existe e que ela gostaria de ver um sistema de votação com blockchain implementado para a próxima eleição presidencial russa em 2024.

Curiosamente, a tecnologia blockchain já foi utilizada nas eleições presidenciais russas. No entanto, como observado, a tecnologia subjacente por trás do Bitcoin e outras criptomoedas não foi realmente usada para votação. Em vez disso, a agência de pesquisa de opinião pública VTSIOM testou a tecnologia com pesquisas de opinião no dia 18 de março, observando que “impedia qualquer mudança externa nos dados coletados, diminuía a eficácia dos ataques e assegurava a transparência da coleta e agregação de dados”.

Votação através de APP

A Rússia não está sozinha no uso da tecnologia blockchain para fins de votação. Nos Estados Unidos, a Virgínia Ocidental tornou-se o primeiro estado a testar um aplicativo móvel baseado em blockchain para votação – inicialmente disponível apenas para pessoal militar de fora do estado.

O secretário de Estado da Virgínia Ocidental juntou-se à startup de tecnologia Voaton, sediada em Boston, para fornecer uma solução mais fácil para os eleitores militares de fora do estado. Eleitores registrados e qualificados que estão atualmente implantados, juntamente com seus cônjuges e dependentes, poderão votar de maneira conveniente nas próximas eleições primárias em 8 de maio via dispositivos móveis Apple ou Android compatíveis.

Compartilhe este post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário