Seria possível o preço da Ripple chegar perto do bitcoin, caso uma parceria com a gigante Amazon fosse firmada? Segundo críticos, isso seria muito possível, devido a grande demanda de usuários que o site de vendas possui.

Boatos que a Amazon iria desenvolver sua própria criptomoeda, circulam na internet desde que surgiram relatórios que a empresa registrou nomes relacionados ao espaço virtual. Se a Ripple participasse desta empreitada, os preços da criptomoeda poderiam aumentar dramaticamente, pois uma série de características da XRP poderiam torná-la atraente para a Amazon.

A Ripple permite que as transações ocorram dentro de 10 segundos e uma taxa mínima de transação é cobrada – 0.00001 XRP. Esses baixos preços de transações significam que, se o preço de Ripple fosse subir, as taxas de transação poderiam permanecer iguais e tornar a moeda virtual mais atrativa do que seus rivais.

Enquanto isso, ao contrário do Bitcoin que é limitado a apenas 21 milhões de moedas, Ripple é limitado a 100 bilhão de XRP. Isso significa que o XRP tem 4700 vezes o suprimento de seu maior rival.

No momento, a XRP atualmente vale US$ 0,62 mas, no início do mês, a criptomoeda bancária valia US$ 0,98, marcando uma queda de US$ 0,36 até o momento. No entanto, as quedas e aumentos dramáticos da XRP demonstram sua extrema volatilidade.

Os benefícios do XRP foram promovidos por Craig Cole da CryptoMap, que declarou que a moeda tem o potencial de “perturbar a indústria”.

Ele explicou que as velocidades de transação mais rápidas e taxas mais baixas tornam mais fácil para os sistemas financeiros abraçar a moeda virtual, o que é em parte o motivo pelo qual o valor de Ripple aumentou dramaticamente apenas este ano. A Ripple está ajudando as instituições financeiras a economizar dinheiro e só se espera que se torne ainda mais prevalente nos fluxos de pagamento.

O outra lado da moeda

Como tudo não é sempre positividade, é válido lembrar que a Amazon, já esclareceu que não tem nenhum projeto que envolva criptomoedas no momento. Segundo o site, as compras dos domínios foram realizadas apenas para preservação da marca.

Além disso, o fato do Ripple ter 100 bilhões de unidas estimadas, não a faz mais valiosa, ao contrário, a torna mais barata. Em uma pesquisa simples na CoinMarketCap, percebe que moedas mais caras, normalmente tem menor volume de circulação. Em contrapartida, moedas como a Ripple que tem uma larga escala de unidades sendo distribuídas, costumam valer menos.

Se usarmos como exemplo o Ouro e Ferro, podemos entender melhor que o ferro custa muito menos que o Ouro, pois o minério dourado é muito mais raro de ser encontrado e o fato do ferro ser amplamente usado por várias industriais, no o faz mais valioso, tendo em vista que ele é muito mais abundante na natureza.

Outro ponto que algumas pessoas questionam, é o fato da Ripple Labs, desenvolvedora da XRP, portar 60% das XRPs emitidas. Alguns investidores alegam que esse fato faz da XRP uma moeda centralizada, o que inibe os investidores e desencoraja o mercado.

Por fim, apesar dos incentivos e trabalhos realizados pela Ripple Labs, nenhuma empresa financeira aceitou usar a XRP para quaisquer fim. Até o momento, todos os acordos e contratos feitos pela Ripple Labs, se diziam respeito à apenas a blockchain da Ripple e não a XRP em si.

Você acredita que a Ripple realmente tem potencial para superar o Bitcoin? Deixa sua opinião nos comentários abaixo.

Deixe um comentário