Tether é totalmente apoiado por reservas

Tether é totalmente apoiado por reservas

A Tether Holdings Limited, uma empresa por trás do maior stablecoin Tether (USDT) do mundo, divulgou uma opinião de garantia para confirmar que os tokens Tether são totalmente apoiados por suas reservas.

Em uma declaração compartilhada no Twitter, a Tether forneceu o Relatório de reservas consolidadas da empresa, ou CRR, acompanhado por um relatório de garantia da rede de contabilidade Moore Cayman.

Assinado, o relatório do contador pretende provar a exatidão do CRR da Tether compilado:

“Em nossa opinião, o CRR conforme preparado pela administração em fevereiro de 2021 às 23h59 UTC é apresentada de acordo com os critérios ali definidos e, em todos os aspectos relevantes, devidamente declarada.”

O relatório prossegue afirmando que as reservas da Tether para USDT stablecoin excedem a quantidade necessária para resgatar os tokens de ativos digitais, pois os passivos totais consolidados chegam a $35,2 bilhões, enquanto os ativos totais consolidados chegam a $35,3 bilhões.

Moore Cayman observou que sua opinião de garantia é limitada ao USDT, já que as informações que abrangem o stablecoin XAUT lastreado em ouro da Tether “não foram sujeitas ao escopo de nosso compromisso de garantia”.

Moore Cayman é um provedor de serviços de auditoria para empresas e fundos em várias jurisdições, incluindo jurisdições offshore como as Ilhas Cayman e Ilhas Virgens Britânicas, bem como Delaware, Hong Kong, Reino Unido e outros. Tether Holdings apontou:

“O Tether sempre foi totalmente respaldado, e a opinião de garantia que disponibilizamos hoje confirma isso mais uma vez. Como líder na crescente indústria de criptomoedas, continuamos comprometidos em estar entre as stablecoins mais transparentes.”

Stuart Hoegner, consultor jurídico geral do Tether e da exchange de criptomoedas Bitfinex, disse:

“Temos a intenção de liberar atestados periodicamente daqui para frente.”

Ele acrescentou que o CCR foi executado em 26 de março, portanto não estava disponível até o final da semana passada.

A atrelagem de 1:1 do USDT ao Dólar norte-americano tem sido objeto de algum ceticismo, com muitos questionando a validade de seu apoio.

Em fevereiro, a Tether e sua empresa irmã Bitfinex fizeram um acordo com o Gabinete do Procurador-Geral de Nova York sobre alegações de que a empresa deturpou o grau em que o USDT era garantido por uma garantia fiduciária. Como parte do acordo, os reguladores de Nova York forçaram as empresas a pagar US$18,5 milhões por danos, bem como a submeter suas reservas a relatórios periódicos.

Veja mais em: Criptomoedas | Notícias

Compartilhe este post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *