A criptomoeda Cosmos agora integra o HDAI

A criptomoeda Cosmos agora integra o HDAI

A criptomoeda Cosmos (ATOM), atualmente com valor de mercado de US$563 milhões, atingiu os critérios de elegibilidade para integrar o HDAI (Hashdex Digital Assests Index).

Dia 1º de maio, a gestora Hashdex realizou o rebalanceamento do índice HDAI (Hashdex Digital Assests Index), criado pela empresa como referência ao mercado de criptoativos e distribuído pela Nasdaq, desde julho de 2019. Realizado a cada três meses, o ajuste leva a exclusão ou seleção de novos constituintes de acordo com os critérios de elegibilidade estabelecidos pela metodologia. Após o rebalanceamento, o HDAI contará com um novo integrante, o ATOM, da rede Cosmos.

O Cosmos é um ecossistema que fornece ferramentas e protocolos para criação de blockchains interoperáveis, ou seja, que tem a capacidade de se comunicar de forma transparente com outros blockchains, similares ou não. Os criadores do Cosmos definem como “a internet das blockchains”. Sua proposta é ser uma plataforma que permite ao usuário interagir com diferentes redes de tecnologia blockchain, oferecendo ferramentas para que troquem informações e tokens entre si. A criptomoeda ATOM é o token da Cosmos Hub, que foi a primeira blockchain lançada nesta rede. Atualmente, o valor de mercado da criptomoeda é de aproximadamente US$ 563 milhões.

Samir Kerbage, diretor de tecnologia da Hashdex, disse:

“Hoje, investimos em nossos fundos com base em produtos de renda fixa e o HDAI. Temos fundos com 20%, 40% e até 100% de exposição ao índice. Neste processo de rebalanceamento utilizamos critérios rígidos de seleção de ativos, com objetivo de selecionar os ativos que melhor representam a classe de ativos de criptomoedas e que podem ser negociados e armazenados de forma segura e regulada por investidores institucionais. O ATOM, por exemplo, foi incluído neste rebalanceamento por passar a contar com o suporte de custodiantes qualificados para realizar o seu armazenamento seguro”.

Composição do HDAI

Com o novo formato, o índice passa a ser composto por 16 ativos: Bitcoin, Ether (da rede Ethereum), XRP (Ripple), Bitcoin Cash, Bitcoin SV, Litecoin, EOS, Binance Coin, Tezos, TRON, Stellar Lumens, Chainlink, Ethereum Classic, NEO, Dash e ATOM (da rede Cosmos). Cada um com percentuais distintos, que variam de acordo com a representatividade das moedas no mercado.

O primeiro funil na definição dos constituintes do HDAI está na escolha dos ambientes de negociação. A partir de critérios objetivos, a Hashdex analisou centenas de exchanges de criptoativos para selecionar somente as mais importantes e seguras. Na última análise de exchanges, que é feita anualmente, foram selecionadas nove. Este filtro reduziu um universo de milhares de criptoativos para 330 ativos no último rebalanceamento.

O segundo filtro é uma camada mais importante para a segurança e para que investidores institucionais consigam replicar o índice. Somente ativos suportados por custodiantes regulados e analisados pela Hashdex são elegíveis a contribuir para o HDAI. Atualmente são três custodiantes aceitos. Outra regra básica de elegibilidade é que o ativo precisa ter seu preço flutuando livremente ao invés de estar preso ao preço de outros ativos. Assim como será o caso da libra, do Facebook, e do Yuan digital, da China.

Filtro de liquidez

Finalmente, aplica-se um filtro de liquidez: somente ativos com pelo menos US$ 4 milhões de volume médio diário podem entrar no índice. Essa regra é importante pois volume real de negociação, além de reforçar a legitimidade dos ativos, garante que um investidor institucional consiga replicar o índice sem movimentar o mercado significativamente.

Essa sequência de filtros define o que a Hashdex denomina de universo de ativos elegíveis ao índice. Atualmente, em torno de 34 ativos compõem este universo. A partir disso, aplica-se um critério de relevância, que seleciona somente ativos que representem mais de 0,25% do valor de mercado total. Este filtro elimina ativos que, embora façam parte do mercado, não teriam impacto relevante no nível do índice e terminariam por somente aumentar os custos de transação dos fundos que perseguem o HDAI.

Veja mais em: Criptomoedas | Notícias

Compartilhe este post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário