Início»Criptomoedas»Bitcoin»Argentina finalmente ganha suas primeiras ATMs Bitcoin

Argentina finalmente ganha suas primeiras ATMs Bitcoin

15
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Argentina finalmente ganha suas primeiras ATMs Bitcoin: A empresa promete aumentar seu portfólio também em outros países como Brasil e Chile.

Anúncio

Com a inflação na Argentina que deve subir acima de 40 por cento antes do final do ano, a demanda por bitcoin no país aumentou, abrindo oportunidades para empresas de ATMs que aproveitam para promover suas máquinas.

Atualmente, existem apenas dois caixas eletrônicos bitcoin na Argentina, ambos localizados na capital do país, Buenos Aires, mas até o final do ano, esse número pode subir para 30, segundo a Reuters. As duas máquinas foram instaladas nas últimas três semanas, com uma ativada em 18 de setembro, enquanto a mais nova ficou online em 3 de outubro, de acordo com a Coin ATM Radar.

Argentina finalmente ganha
Argentina finalmente ganha suas primeiras ATMs Bitcoin

Per Dante Galeazzi, gerente de operações da Athena Bitcoin, a empresa que lançou a primeira ATM no mês passado, a perda de valor do peso argentino em relação ao dólar dos EUA resultou no crescimento acentuado das transações de criptomoeda.

“Com as desvalorizações da moeda, vimos um aumento nas transações de bitcoin. Nós vemos isso como uma garantia para o valor do [peso argentino], bem como uma oportunidade de investir no mercado ”, disse Galeazzi à Reuters.

Leia Também:  O PODER DA BLOCKCHAIN #14: Argentina usará blockchain para promover a transparência política

Por enquanto, os dois caixas eletrônicos que já foram instalados pela Athena só suportam bitcoin, embora haja planos para incluir outras criptomoedas como bitcoin cash, ethereum e litecoin no futuro.

Além da norte-americana Athena Bitcoin, outra empresa que está de olho no mercado de criptomoedas argentino é o Odyssey Group, também uma empresa norte-americana. Os caixas eletrônicos da Odyssey, no entanto, não ficarão restritos à compra e venda de moedas digitais, mas oferecerão outros serviços associados a caixas eletrônicos comuns, tais como retirar e depositar dinheiro, bem como transferências de dinheiro entre contas.

A empresa norte-americana planeja instalar 150 caixas automáticos na Argentina antes do final do próximo ano, com 80% delas funcionando com criptomoedas nos primeiros meses de 2019.

Além da Argentina economicamente devastada, as duas empresas também planejam expandir suas operações para outros países da América Latina, que é relativamente carente. De acordo com a Coin ATM Radar, a América do Sul possui apenas 0,89% das caixas automáticas de criptomoeda no mundo, apesar de aproximadamente 5,61% da população mundial estar lá. A Athena Bitcoin, por exemplo, pretende estabelecer operações no Brasil, no Chile e no México.

Traduzido e Adaptado: CCN

Siga-nos nas redes sociais
Canal no Telegram Siga-nos no Facebook Acompanhe nosso Twitter Siga-nos no Instaram
Artigo anterior

SEC pode aprovar ETFs até o final de outubro

Próximo artigo

Hackers Infectam 30.000 Roteadores na Índia com mineração maliciosa

Nenhum Comentário

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.