Início»Criptomoedas»Série: As principais Criptomoedas do Mundo – Litecoin

Série: As principais Criptomoedas do Mundo – Litecoin

3
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Já conhecemos os fundamentos básicos de 5 criptomoedas: Bitcoin, Ethereum, Ripple, Bitcoin Cash e EOS, hoje vamos entender um pouco dos conceitos e ideias que giram em torno do Litecoin, uma das criptomoedas mais famosas e tradicionais do mundo.

O Litecoin é uma criptomoeda semelhante ao Bitcoin, assim sendo, ele permite que você envie dinheiro para um amigo pela Internet ou compre algo de um varejista on-line que aceita esse método de pagamento. Ao contrário das moedas fiduciárias como o dólar e o euro, o Litecoin não é administrado por qualquer autoridade como um banco central. Ele basicamente corta o intermediário (bancos e outras instituições financeiras), o que acelera as transações, reduz as taxas e oferece anonimato. A criptomoeda é executada em uma blockchain publica que registra cada transação feita.

O Litecoin foi fundado em 2011 por um ex-funcionário do Google chamado Charlie Lee. Seu objetivo era criar uma criptomoeda semelhante ao Bitcoin que resolveria alguns dos problemas que o Bitcoin enfrenta como o tempo de confirmação de transações.

Litecoin vs Bitcoin – as diferenças

A ideia básica do Litecoin e do Bitcoin é a mesma. Ambas as criptomoedas têm valor e podem ser gastas online ou usadas como investimentos. Eles dão a você a opção de fazer negócios sem a ajuda de bancos que normalmente cobram taxas altas por transferências internacionais de dinheiro, o que também pode levar alguns dias para passar pelo sistema.

Usando Litcoin e Bitcoin as coias são diferent, por exemplo, você pode enviar a alguém um Litecoin quase instantaneamente e pagar muito menos em taxas (mais sobre isso mais tarde) do que pagaria em um banco. Embora seja importante notar que os tempos e taxas de confirmação aumentarão à medida que mais pessoas usam o Litecoin – assim como outras criptomoedas.

Leia Também:  Série: As principais Criptomoedas do Mundo – Cardano

Embora o Litecoin e o Bitcoin sejam semelhantes a primeira vista, existem algumas diferenças entre eles. A velocidade de processamento da transação é uma delas. Uma transação média de Bitcoin leva cerca de 10 minutos para ser confirmada em comparação aos 2,5 minutos do Litecoin – isso faz com que o Litecoin seja quatro vezes mais rápido que seu maior concorrente. Depois, há as taxas de transação: enviar para alguém um Litecoin custa aproximadamente US$ 0,15, enquanto o envio de um Bitcoin custará cerca de US$ 1,50, de acordo com BitInfoCharts.

Outra diferença entre as duas criptomoedas é a oferta. O número de Bitcoins que podem ser extraídos é limitado a 21 milhões, enquanto o número total de Litecoins nunca excederá 84 milhões. Cerca de 56 milhões de Litecoins já estão em circulação, o que significa que restam apenas 28 milhões para serem extraídos.

O Litecoin e o Bitcoin também usam algoritmos de hashing diferentes. O último emprega o SHA-256, enquanto o Litecoin usa o Scrypt, que é menos complexo e mais rápido. A última diferença entre as duas criptomoedas que vale a pena mencionar é o tamanho e a popularidade do mercado. Bitcoin é a maior criptomoeda do mundo em valor de mercado (cerca de US$ 148 bilhões). Devido à alta demanda e à oferta limitada, um bitcoin vale aproximadamente US$ 8700 no momento da edição desse post.

A Litecoin, por outro lado, é a sexta maior criptomoeda por capitalização de mercado (cerca de US $ 8,2 bilhões). Como é menos popular e tem muito mais moedas em circulação do que o Bitcoin, o preço de um Litecoin é significativamente menor, em torno de US$ 146.

Como é criado e onde posso comprá-lo?

Litecoins são criados através de um processo chamado mineração, o mesmo que Bitcoins e a maioria das outras criptomoedas. A mineração envolve a solução de cálculos matemáticos complexos que podem exigir o poder de processamento de máquinas especializadas. O primeiro minerador a resolver esses cálculos é recompensado com alguns Litecoins criados.

Leia Também:  O PODER DA BLOCKCHAIN #15: Como a blockchain se tornou um novo driver para o desenvolvimento econômico

A mineração é um processo complexo e definitivamente não é para todos. Embora seja uma maneira de colocar as mãos no Litecoins, também há uma opção mais simples disponível. Você pode comprar a criptomoeda em muitas exchanges on-line com sua moeda local ou Bitcoins.

Antes de comprar Litecoins, você precisa saber onde irá armazená-los. Você tem algumas opções diferentes disponíveis, incluindo carteiras de hardware como o Ledger Nano S e carteiras de desktop, incluindo o Litecoin Core, que é criado pela equipe de desenvolvimento do Litecoin.

Quando as moedas estiverem em sua posse, você poderá começar a gastá-las, a menos que elas façam parte de sua carteira de investimentos. Existem muitas empresas que aceitam Litecoins como pagamento.

É um bom investimento?

O Litecoin provou ser um ótimo investimento para aqueles que o compraram há cerca de um ano ou mais, apesar de seu preço ter caído significativamente nos últimos meses. Por exemplo, se você investisse US$ 1.000 em Litecoins em março de 2017, quando você poderia obter um por cerca de US$ 4, você teria exatamente US$ 36.500 hoje. O número é baseado no preço da Litecoin no momento da edição – US$ 146 – fornecido pela CoinMarketCap.

Se você investiu US$ 1.000 em Litecoins em março passado, quando você poderia obter um por US $ 4, você teria exatamente US$ 36.500 hoje.

Para comparação, investir a mesma quantia em Bitcoins ao mesmo tempo faria um lucro de quase US$ 8.000. Esse ainda é um ROI fantástico (retorno do investimento), mas não é nada comparado com ao do Litecoin.

Leia Também:  Série: As principais Criptomoedas do Mundo – NEO

No entanto, isso não significa que o Litecoin continuará a crescer em valor e será um grande investimento no futuro. Criptomoedas são extremamente voláteis, o que significa que seu preço pode subir e descer significativamente em um curto período de tempo.

Para dar um exemplo, um Litecoin valia até US$ 370 em meados de dezembro de 2017, de acordo com o gráfico de preços fornecido pela CoinMarketCap. Durante o próximo mês e meio, seu preço caiu para apenas US$ 110, antes de começar a subir novamente. Isso significa que a criptomoeda perdeu cerca de 70% de seu valor durante o curto período mencionado.

A verdade é que ninguém sabe em que direção o preço vai se mover. Isso significa investir em Litecoin, bem como outras moedas criptografadas, ações e forex, é um negócio arriscado. Então, uma palavra de cautela: nunca invista mais do que você pode perder e tenha extrema certeza de todos os dados envolvidos e coletados na internet.

Siga-nos nas redes sociais
Canal no Telegram Siga-nos no Facebook Acompanhe nosso Twitter Siga-nos no Instaram
Artigo anterior

Ripple e Fundação Bill Gates se unem para reduzir a pobreza

Próximo artigo

HTC lança smartphone com tecnologia blockchain com foco em criptomoedas

Nenhum Comentário

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.