Início»Criptomoedas»Bitcoin»Colunista Bloomberg: Bitcoin é ridículo e me divirto com frustração investidores

Colunista Bloomberg: Bitcoin é ridículo e me divirto com frustração investidores

1
Compartilhamentos
Pinterest Google+

O colunista de um dos maiores portais de negócios do mundo, a Bloomberg, resolveu falar um pouco sua opinião sobre o Bitcoin. Segundo ele, o bitcoin é ridículo e a frustração dos investidores ao ver o preço cair é engraçado para ele.

Anúncio

Paul Ford é um colunista da Bloomberg, que trás sempre opiniões sobre temas populares que giram em torno do mundo empresarial e tecnológico e na sua mais recente publicação ele alegou que “o Bitcoin é, em algum nível, apenas um conjunto de regras, definido por software, que se tornou um dos jogos mais estranhos do mundo. E as pessoas que investem nessa ilusão incontrolável, entram em pânico quando não conseguem um bom desempenho, e isso é muito divertidos”.

“Isso tudo acrescentado ao dinheiro é ridículo. Considere o Bitcoin um grande dedo do meio. É uma brincadeira, quase uma paródia do sistema financeiro global, que se transformou em uma bolha”.

Com certeza, há muitos outros céticos de bitcoins em meio a muitos obstáculos que a moeda digital enfrenta.

O Google recentemente anunciou que estava proibindo propagandas de moedas digitais e ofertas iniciais de moedas, para reprimir o setor em meio a preocupações crescentes com fraudes.

A decisão do Google, que entra em vigor em junho e segue um movimento semelhante do Facebook no início deste ano, enviou o preço do bitcoin, para uma queda de mais de 10% ao seu menor valor em um mês.

Leia Também:  Razões pelas quais o Blockchain é uma tecnologia disruptiva

O interesse em moedas digitais aumentaram no último ano à medida que os preços subiam.

Esse crescimento gerou publicidade online usada por centenas de empresas tentando levantar fundos lançando novas moedas ou encorajando as pessoas a trocar as moedas virtuais.

“Melhorar a experiência de anúncios na web, quer seja remover anúncios nocivos ou anúncios intrusivos, continuará sendo uma prioridade para nós”, disse Scott Spencer, diretor de anúncios sustentáveis do Google, no blog oficial da empresa The Keyword.

Sob a nova política, o Google disse que proibiria anúncios de criptomoedas e conteúdo relacionado, como ofertas de moedas iniciais, trocas e carteiras de criptomoedas assim como propagandas que fornecessem conselhos de negociação.

Em janeiro, o Facebook disse que proibiria anúncios que promovam produtos e serviços financeiros vinculados a moedas digitais e oferta inicial de moedas devido aos riscos para os usuários.

Reguladores em todo o mundo alertaram os consumidores sobre os riscos de investir em mercados criptográficos, mas as empresas de internet estão apresentando proibições definitivas, porque eles se preocupam que atualmente não há proteção suficiente para os consumidores.

Siga-nos nas redes sociais
Canal no Telegram Siga-nos no Facebook Acompanhe nosso Twitter Siga-nos no Instaram
Artigo anterior

Novo chefe do Banco Central de Taiwan se diz inseguro sobre criptomoedas

Próximo artigo

Nova York: Criada nova taxa mais cara de energia especialmente para mineradores

Nenhum Comentário

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.