Início»Blockchain»Huawei lançará primeiro smartphone com suporte a Blockchain?

Huawei lançará primeiro smartphone com suporte a Blockchain?

3
Compartilhamentos
Pinterest Google+

A Huawei Technologies, terceira maior fabricante de celulares do mundo, está considerando desenvolver um telefone celular capaz de rodar aplicativos baseados em blockchain.

Anúncio

A Huawei, sediada na China, está em negociações para licenciar o sistema operacional da Sirin Labs, chamado SIRIN OS, para rodar aplicativos blockchain junto com o sistema Android da Alphabet.

Representantes da Huawei e da Sirin Labs confirmaram que as empresas se encontraram, embora tenham se recusado a comentar mais.

Os planos marcariam a primeira incursão de uma grande fabricante de smartphones no blockchain, o livro-razão descentralizado usado para registrar transações de criptomoedas, potencialmente aproximando a tecnologia do mercado de massa. Mesmo depois de cair este ano, o mercado de criptomoedas cresceu 15 vezes para cerca de US$ 350 bilhões nos últimos 12 meses, mas o uso diário de ativos digitais ainda é limitado.

Executivos da Huawei se reuniram com a equipe da Sirin Labs nos últimos dois meses. Uma legenda sob uma foto de 28 de fevereiro no grupo de bate-papo Telegram da Sirin Labs diz: “Incrível reunião concluída entre a Sirin Labs e a Huawei. Entre outras coisas discutidas estava a possibilidade de cooperar em conjunto para levar a tecnologia blockchain às massas de maneira segura”.

Leia Também:  Facebook realoca executivos e aposta na tecnologia por trás do bitcoin

A Sirin Labs também está trabalhando para desenvolver seu próprio smartphone baseado em blockchain. A empresa planeja vender seu telefone Finney por cerca de US$ 1 mil após o segundo semestre deste ano e tem pré-encomendas para mais de 25 mil unidades, segundo o porta-voz da Sirin Labs, Nimrod May.

Entre suas ofertas prontas para criptomoedas, a Sirin Labs planeja que seu telefone tenha uma moeda digital embutida e um sistema para converter automaticamente dinheiro fiduciário em tokens digitais necessários para executar diferentes aplicativos baseados em blockchain. As carteiras de armazenamento a frio permitem que os usuários armazenem ativos digitais offline.

A Huawei detém posições de liderança em equipamentos de telecomunicações, smartphones, computação em nuvem e segurança cibernética. Agora, está intensificando a expansão para mercados internacionais, como a Europa, e acredita-se que esteja negociando com as operadoras norte-americanas sobre a venda de seus telefones no território da Apple.

Siga-nos nas redes sociais
Canal no Telegram Siga-nos no Facebook Acompanhe nosso Twitter Siga-nos no Instaram
Artigo anterior

CEO do Twitter diz que Bitcoin será a principal moeda do mundo até 2028

Próximo artigo

NSA estaria envolvida com espionagem de criptomoedas e a CIA teria criado o Bitcoin?

Nenhum Comentário

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.