NASA financia projeto de comunicações espaciais baseado em blockchain

A Administração Nacional de Aeronáutica e Espaço (NASA) reservou uma nova concessão que apoiará o desenvolvimento de uma espaçonave autônoma. Alegadamente, esta nave espacial será capaz de tomar decisões através da tecnologia Blockchain e sem intervenção humana.De acordo com os relatos da mídia on-line, Jin Wei Kocsis recebeu uma doação de US$ 330.000 da NASA para apoiar sua pesquisa. Kocsis é professora assistente de engenharia elétrica e de computação na Univesity of Akron, Ohio. Ela afirmou que o programa de pesquisa tem como objetivo analisar a aplicação do Blockchain baseado em Ethereum no desenvolvimento de um sistema de computação seguro que será usado no espaço profundo.

Ela foi citada dizendo:

“Neste projeto, a tecnologia Ethereum Blockchain será explorada para desenvolver uma infraestrutura de computação e redes descentralizadas, seguras e cognitivas para exploração do espaço profundo … Espero desenvolver uma tecnologia que reconheça e evite ameaças ambientais, além de completar um número de tarefas automaticamente. Sinto-me honrada pelo fato de a NASA ter reconhecido meu trabalho e estou animada para continuar desafiando a capacidade da tecnologia de pensar e agir por conta própria. ”

Além disso, o sistema utilizará a tecnologia subjacente de “contratos inteligentes” para formar uma espaçonave que será capaz de “pensar”. Isso permitiria que a espaçonave detectasse automaticamente e desviasse os detritos flutuantes a tempo.

Quais são as vantagens da espaçonave “inteligente”?

Kocsis espera que este programa permita que a espaçonave maximize a carga de trabalho e forneça mais dados. Espera-se também que esse sistema permita que os cientistas tenham mais tempo para o exame de informações, já que eles não precisarão estar ocupados com a previsão de ameaças ambientais.

A Universidade de Akron não compartilhou os detalhes exatos do cronograma para quando essa tecnologia iria funcionar. No entanto, o gerente de programa avançado de comunicações do Centro de Pesquisa Glenn da NASA, Thomas Kacpura, afirmou que esta é a primeira vez que o centro examinou as oportunidades de utilizar a tecnologia Blockchain em relação à comunicação espacial e à navegação.

Em fevereiro de 2018, uma plataforma de aplicativos Blockchain descentralizada executando “contratos inteligentes” Qtum, fez um anúncio. A organização compartilhou que seu “primeiro nó Blockchain baseado no espaço” foi montado em um satélite chinês.

Compartilhe este post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário