O governo mexicano lança piloto de sistema blockchain

O governo mexicano tem trabalhado constantemente em um projeto para acompanhar licitações de contratos públicos com a ajuda da tecnologia blockchain.

Yolanda Martinez, coordenadora nacional de estratégia digital do México, divulgou o projeto do governo “Blockchain HACKMX” em uma conferência de tecnologia em Jalisco. O projeto está em produção desde setembro de 2017. As sementes da ideia foram inicialmente cultivadas por um grupo de universitários, cujo projeto ganhou uma competição organizada por soluções blockchain que podem ajudar na melhoria dos serviços públicos.

“Com a blockchain aplicada a contratos públicos, poderemos saber se uma empresa que presta serviços ao governo é confiável”, escreveu Martinez.

De acordo com Debate, um canal de notícias mexicano, Yolanda disse ao público que a blockchain eliminaria a qualidade humana “facilmente corruptível” e traria mais transparência ao processo de licitação pública. Yolanda também destacou que a blockchain armazenaria os dados do processo de licitação e também permitiria auditorias após os registros serem armazenados.

Ela explicou ainda que a Blockchain HACKMX procura melhorar os processos “complexos” de compras públicas que precisam ser transparentes e visíveis para toda a população.

A corrupção nos contratos públicos sempre foi um tema quente na política mexicana. Especialmente depois de um recente escândalo de alto perfil, que incluiu uma empresa de construção sul-americana de primeira linha. Além disso, há rumores de que os subornos foram alimentados na campanha política do presidente Enrique Pena Nieto.

Explicando a posição para a imprensa, Yolanda apresentou a blockchain como uma “nova tecnologia que permite o registro e transferência de dados através de uma codificação segura para evitar ser ‘hackeada’, modificada ou excluída” Ela acrescentou ainda que o governo estava procurando ativamente por um “Serviço digital de qualidade”, dado seu recente aumento na corrupção.

O governo mexicano vem trabalhando na tecnologia blockchain desde setembro de 2017, depois que um protótipo chamado “Contratação Inteligente” foi preparado por universitários e venceu na área de Hackathon do Governo Digital, realizada na Campus Party 2017.

Um membro da equipe vencedora, Raúl Cruz, acrescentou que “eles adaptaram esse protótipo ao padrão de contratação aberta de uma forma que proporciona maior confiança e segurança aos processos de licitação”.

O sistema de contratação foi projetado tendo em mente a simplicidade. Para o processo, as empresas começariam acessando o portal gob.mx, onde eles poderiam dar propostas para licitações públicas.

A próxima etapa é automatizada e envolve o sistema de contratação inteligente para validar as propostas enviadas que serão avaliadas humanos para garantir elegibilidade. Por fim, o sistema seleciona a proposta vencedora pela qual, em geral, a maior quantidade de benefício social seria oferecida.

Assim, usando a tecnologia blockchain, as informações são mantidas em segurança, para que, no futuro, possam ser, se necessário, revisadas ou auditadas.

Os governos dos países corruptos que se deslocam para os sistemas blockchain representam um grande passo na direção certa para o setor e só podemos esperar que eles acordem para as vantagens dessa fabulosa tecnologia.

Compartilhe este post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário