Vantagem competitiva aos mineradores dos EUA

Vantagem competitiva aos mineradores dos EUA

Andreas Antonopoulos, educador de Bitcoin, viu a recente queda nos preços do petróleo como um ponto positivo para os mineradores de criptomoeda ao redor do mundo. E, particularmente aqueles nas instalações de mineração da Bitmain no Texas.

Antonopoulos postou um vídeo em seu canal do YouTube, com o nome de “Down the Rabbit Hole”. No vídeo, ele disse que a queda nos preços do petróleo irá beneficiar as mineradoras de criptomoeda ao oferecer a eletricidade mais barata em todo o mundo – mas “não em todo o mundo”. Atualmente, as mineradoras com sede nos Estados Unidos – que obtêm 36% de sua energia do petróleo – e o Texas em particular colherão as recompensas desses custos mais baratos. Antonopoulos disse:

“Uma das maiores novas operações de mineração abertas nos Estados Unidos no estado do Texas e não acredito que isso seja apenas coincidência… provavelmente tinha muito a ver com o fato de os EUA possuírem 12.000 barris por dia. É o maior produtor de petróleo do mundo por causa do fracking. Então, poderão haver oportunidades realmente boas para energia barata, o que de repente tornaria as mineradoras dos EUA muito, muito mais competitivas e lucrativas.”

Vantagem competitiva aos mineradores dos EUA

Mineradores da China também se beneficiam

No entanto, a China segue sendo um dos principais players do setor de mineração de criptomoedas. De acordo com a Cointelegraph, os mineradores chineses de Bitcoin foram responsáveis ​​por até 66% da taxa global de hash em 2019.

Antonopoulos reconheceu que embora algumas empresas estejam pressionando por energia renovável, a maior parte da mineração de criptomoedas na China é realizada com plataformas movidas principalmente por usinas de carvão.

Além disso, ele também disse que a queda nos preços do petróleo ainda resultaria em benefícios financeiros para as mineradoras chinesas. Por quê? De acordo com Antonopoulos, aqueles produtores de energia que não dependem do petróleo podem tentar permanecer competitivos operando com prejuízo. E assim, isso resultará em eletricidade mais barata para os mineradores enquanto o preço do petróleo está baixo.

Sabe-se que a energia e a eletricidade são mercadorias fungíveis. Assim, caso você esteja conectado a uma usina a carvão e em um lugar, e a uma usina a gás ou a óleo em outro, tem metade do custo de energia, porque o petróleo é muito mais barato. Custa menos para obter eletricidade de sua usina de carvão.

De acordo com o educador de Bitcoin, a real concorrência entre os compradores não é mais determinada por ter as mais modernas plataformas de mineração. As quais, ele diz que geralmente são boas de usar por 18 a 24 meses. Pois, caso contrário, seria baseado no “custo unitário da eletricidade, que é dominado em alguns lugares pelo custo do petróleo”.

Veja mais em: Mineração | Notícias

Compartilhe este post

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.