Watchdog emite aviso sobre anúncios falsos de criptomoedas endossados por celebridades

Watchdog emite aviso sobre anúncios falsos de criptomoedas endossados por celebridades

A Comissão Australiana de Valores Mobiliários e Investimentos (ASIC), está pedindo às pessoas que tomem cuidado com os sites de fraude Bitcoin (BTC) endossados ​​por celebridades. De acordo com o comunicado público da comissão, o watchdog australiano, órgão que fiscaliza atividades e práticas ilegais, recebeu uma série de relatórios de sites de criptomoedas fraudulentos. Os sites em questão, são endossados ​​por empresas importantes, novos sites e agências governamentais. Além disso, alguns parecem ter o apoio de celebridades nacionais como Waleed Aly, Mike Baird, Dick Smith e Virginia Trioli.

Golpes de bot de criptomoedas estão ativos na Austrália

Em seu comunicado, a ASIC delineou vários exemplos. Um deles, como exemplo, o Bitcoin Evolution, é um bot de negociação de criptomoedas falso. O site do golpe também foi relatado por outros países, incluindo Filipinas e Malta. Outros golpes semelhantes operam sob os nomes Bitcoin Revolution e Bitcoin Trader.

O watchdog australiano comentou:

“Esses sites são anunciados com o apoio falso de celebridades, que aparecem em sites de mídia social como Facebook, Instagram, LinkedIn e Twitter. Quando um investidor clica no artigo ou no anúncio, geralmente é enviado para um “site espelho” – uma versão falsa de um site de notícias legítimo, como o ABC News.”

Como golpes operam

De acordo com o ASIC, os fraudadores combinam termos de pesquisa online para gerar notícias falsas e anúncios nas mídias sociais. Assim, contém endossos falsos de celebridades ou meios de comunicação.

Os mecanismos de pesquisa online e sites de notícias geralmente republicam esses artigos ou anúncios. Então, assim, perpetuando entusiasmo e interesse na criptomoeda. Isso leva a um frenesi de compras, afirmou o órgão.

“À medida que mais pessoas compram a criptomoeda, seu valor aumenta (‘bombeia’) e outros traders continuam aumentando ainda mais o seu preço. Os golpistas vendem (‘despejo’) sua própria parte na criptomoeda agora supervalorizada. Isso faz com que seu valor caia, juntamente com qualquer esperança para as vítimas de recuperar seu investimento inicial.”

Recentemente, os australianos arquivaram 1.810 relatórios de golpes relacionados a criptomoeda em 2019. Coletivamente, totalizando aproximadamente $21,6 milhões em AU (US$ 14,9 milhões).

De acordo com um estudo da Scamwatch, um braço da Comissão Australiana de Concorrência e Consumidores, os australianos mais jovens de 25 a 34 anos foram os mais afetados por golpes de investimento em criptomoedas.

Veja mais: Criptomoedas | Notícias

Compartilhe este post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário