83% dos endereços de Bitcoin existentes estão em situação de Lucro

83% dos endereços de Bitcoin existentes estão em situação de Lucro

Pelo menos 83% dos endereços Bitcoin existentes estão atualmente em um estado de lucro, de acordo com a Glassnode.

Isso representa um aumento de 43% desde a queda vertiginosa do bitcoin em 12 de março, agora conhecida como “ Quinta-Feira Negra ”. Na época, apenas 45% de todos os endereços do BTC eram lucrativos, um valor baixo para 2020.

Bitcoin a Longo Prazo

Pelos novos dados , a maior proporção de endereços com lucro este ano atingiu 89% em 1 de junho, quando o preço do bitcoin subiu acima de US$ 10.400, é o nível mais alto em quase quatro meses.

Os investidores de Bitcoin, no entanto, não são tão lucrativos quanto eram um ano atrás. À medida que o preço do BTC chegou a US$ 13.900 em 2019, os endereços em ganho aumentaram para 95% em 26 de junho.

Os números mais recentes do Glassnode podem ser um bom presságio para a tão esperada fuga de alta, pois indicam que o bitcoin ainda não foi comprado em excesso. Uma leitura acima de 95% geralmente indica o contrário.

A Chainalysis também publicou uma nova análise, mostrando que a maioria dos investidores em bitcoin mantém suas moedas a longo prazo, sugerindo que o apetite para vender não é tão forte, mesmo que o lucro ainda possa acontecer.

83% dos endereços de Bitcoin existentes estão em situação de Lucro
83% dos endereços de Bitcoin existentes estão em situação de Lucro.

A empresa de análise de criptomoedas disse que:

“Mais de 60% de todos os 18,6 milhões de BTC minerados são mantidos para investimento a longo prazo, enquanto apenas 19% ou 3,5 milhões de bitcoin são negociados ativamente em todo o mundo”.

Em busca da Alta

O Bitcoin tentou repetidamente violar US$ 10.000 desde a recompensa do bloco que caiu pela metade em 11 de maio, sucedendo em poucas ocasiões, mas os rompimentos nunca duraram, com forte resistência. Os traders consideram US$ 10.000 um nível fundamental para uma alta.

Traduzido e adaptado de: news.bitcoin.com

Compartilhe este post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário