Ministro da Coréia do Sul confirma planos de impostos sobre moedas digitais

Ministro da Coréia do Sul confirma planos de impostos sobre moedas digitais

A Coréia do Sul deve tributar a moeda digital de acordo com os planos confirmados por um ministro do governo nesta semana.

Na última repressão das autoridades tributárias sobre o comércio de moedas digitais, o Ministro das Finanças Hong Nam-Ki disse a um comitê de finanças parlamentar que o governo introduziria um regime de tributação para a moeda digital, com mais detalhes sobre o plano a ser lançado nas próximas semanas.

Hong disse que o governo “continuou a realinhar seu sistema tributário para refletir mudanças nas condições do mercado, mas está trabalhando especialmente para refinar sua lista de itens tributáveis ​​e tipos de impostos este ano”.

Ministro da Coréia do Sul confirma planos de impostos sobre moedas digitais
Ministro da Coréia do Sul confirma planos de impostos sobre moedas digitais.

Planos de Impostos não são recentes

Em janeiro, foi relatado que o governo sul-coreano estava considerando um imposto de 20% sobre ganhos em moeda digital, levando à especulação de que esses seriam tratados como “outras receitas” segundo a legislação tributária coreana. Como resultado, as transações em moeda digital também não incorreriam em imposto sobre ganhos de capital.

A Korean Tax Policy Association ofereceu um modelo alternativo, com uma estrutura de duas etapas combinando um imposto comercial em um nível mais baixo, bem como um imposto de renda secundário em moeda digital. Ainda não está claro qual desses modelos o governo está adotando.

Dirigindo-se ao comitê, Hong disse que o governo estava participando de discussões internacionais sobre o desenvolvimento de uma nova estrutura para tributação digital.

Medidas contra apelos

Expressando seu apoio pessoal às medidas, o ministro das Finanças disse que provavelmente levaria a maiores receitas fiscais de empresas estrangeiras que operam nos mercados de moedas digitais da Coréia do Sul.

No entanto, Hong também reconheceu que os regulamentos podem levar a uma carga tributária mais alta para as empresas locais de moeda digital, incluindo a criação de novas obrigações tributárias em jurisdições estrangeiras.

Os novos planos vêm depois que a exchange coreana Bithumb apelou contra sua nota fiscal de US$ 69 milhões, com o argumento de que a lei sul-coreana atualmente não reconhece a moeda digital como moeda oficial no país.

Traduzido e adaptado de: coingeek.com

Compartilhe este post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário