Economista esquece tudo o que é economia apenas para criticar o bitcoin

Desde o surgimento da criptomoeda na esfera pública, não tem havido falta de críticos e incrédulos. De Warren Buffett a Charlie Munger e até mesmo a Bill Gates, numerosas figuras notáveis ​​no cenário empresarial global debateram moedas virtuais.

Bitcoin não tem valor fundamental

Gary Smith, professor de Economia do Pomona College, diz que o Bitcoin não tem valor fundamental. O chefe da Berkshire Hathaway, Warren Buffett, fez esse mesmo argumento. Smith afirma que, como investimento, o Bitcoin é um “bitcon” criando um trocadilho com a palavra “con” que em inglês significa “vigarista”. O professor eCONomista baseou sua declaração da seguinte forma:

O valor fundamental de um investimento é o valor que você estaria disposto a pagar para mantê-lo para sempre e ficar satisfeito com o dinheiro que gera. As empresas que obtêm lucros têm valor de investimento. Bitcoins não geram dinheiro e não têm valor de investimento. Nenhuma pessoa sã compraria bitcoins e diria: ‘Este é um ótimo investimento. Eu nunca vou vender meus bitcoins porque eu estou feliz apenas por possuí-los.

Smith parece alguém que provavelmente comprou Bitcoin durante a alta de dezembro de 2017. Há muitos investidores (hodlers) que perceberam o potencial de investimento a longo prazo da criptomoeda de alto nível e mantiveram seu BTC por muito tempo.

Smith faz outra avaliação imprecisa em sua análise quando diz que o BTC não é atraente quando o preço está em declínio, ao contrário dos “investimentos reais”. O contrário é o caso. O BTC é mais atraente quando os preços encontram um novo piso, é chamado de “comprar o mergulho”. O Bitcoin passa por ciclos repetidos de boom e busto. Qualquer um familiarizado com a sua história sabe que o pico de 70 por cento para mergulhos não são novos no mercado BTC.

Depois de fracassar em argumentar convincentemente sobre o argumento da falta de valor, Smith retalha a retórica da bolha, outra crítica conhecida pela comunidade cripto. Ele compara o bitcoin com os suspeitos do costume, como a Tulipmania, a bolha das empresas pontocom e, curiosamente, a “South Sea Bubble” ou “bolha do Mar do Sul”.

 

O que torna a South Sea Bubble particularmente interessante é que ela engloba várias ondas de ofertas de scam que eram populares na Grã-Bretanha do século XVI. Sir Isaac Newton ficou famoso por ser vítima de uma das fraudes, perdendo £ 20.000 no processo. Smith argumenta que o preço do Bitcoin não tem base em quaisquer fundamentos econômicos, assim como assim como na bolha do mar do Sul.

Smith ignora a quantidade finita da oferta total de Bitcoin. O BTC também é divisível em até oito casas decimais, o que significa que há dez milhões de valores para os quais o valor econômico pode ser atribuído, dependendo do valor de mercado total quando todos os 21 milhões de BTC foram extraídos.

A verdade é que pessoas como Smith não conseguem entender que a tokenomics não se dobra às escalas desonestas da economia mainstream. Matematicamente falando, o BTC não é um jogo de soma zero; assim, não é um esquema de pirâmide.

Você concorda com a análise de Gary Smith ou ele é outro ‘nocoiner’ que é ignorante de como o Bitcoin funciona? Continue a conversa na seção de comentários abaixo, gostaríamos muito de saber sua opinião.

Deixe um comentário