Microsoft: Fintechs deveriam deixar moeda para Bancos Centrais

Microsoft Fintechs deveriam deixar moeda para Bancos Centrais

Para Brad Smith, presidente da Microsoft Corporation, as Fintechs não têm negócios emitindo moedas digitais privadas.

De acordo com a Bloomberg, Smith fez essas observações ao falar em uma conferência online organizada pelo Bank for International Settlements. Como parte de seu discurso, Smith argumentou que a oferta de moeda deveria estar exclusivamente sob a égide de governos e Bancos Centrais.

Smith disse que é importante que apenas as entidades que protegem o bem comum devam ser deixadas para controlar as operações monetárias, acrescentando:

“Eu não sou um grande fã de encorajar, pedir ou querer que nós empresas de tecnologia participemos na emissão de moeda.”

Os comentários de Smith provavelmente colocam a Microsoft em oposição ao Facebook, com o gigante da mídia social sendo um participante do projeto Diem.

Na verdade, o lançamento de Diem em 2019, quando o projeto ainda se chamava Libra, causou um grande alvoroço entre os reguladores financeiros. Várias agências criticaram o projeto de moeda digital, argumentando que um projeto de moeda-estável de emissão privada sob a bandeira do Facebook poderia representar riscos significativos para a política monetária soberana.

Apoiando os reguladores financeiros, Smith declara:

“Acho que o mundo tem sido mais bem servido por um movimento ao longo dos séculos para colocar isso nas mãos dos governos. Não somos um banco e não queremos nos tornar um banco e não queremos competir com nossos clientes que são bancos.”

O apelo em torno das moedas virtuais parece ter ganhado um impulso significativo em meio à pandemia de coronavírus em curso e aos apelos por uma maior adoção de sistemas de pagamento digital.

Para combater as ameaças percebidas representadas por projetos privados de stablecoin, como o Diem, vários Bancos Centrais estão desenvolvendo suas próprias moedas digitais.

Os comentários de Smith sobre as Fintechs ficarem longe da emissão de moeda está de acordo com a postura menos do que positiva adotada por figuras proeminentes da Microsoft sobre criptomoedas em geral.

O fundador da Microsoft, Bill Gates, disse certa vez que as criptomoedas estavam causando mortes de “forma bastante direta”. Desde então, Gates atualizou suas opiniões sobre o Bitcoin (BTC) de negativo para neutro.

Em fevereiro, a empresa descartou a possibilidade de emular o investimento em Bitcoin de US$1,5 bilhão da Tesla.

Veja mas em: Notícias

Compartilhe este post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *