Semana crítica para o Bitcoin: será ele um porto seguro?

Semana crítica

De acordo com analista, esta é uma semana crítica para confirmar a capacidade do Bitcoin de ser porto seguro. Willy Woo aponta que o ativo digital pode ter começado a se dissociar do mercado de ações, concentrando-se em apenas aumentar seu valor.

O analista muito respeitado no criptomercado disse que está havendo um encorajamento do Bitcoin, e um dos motivos disso é o caos enfrentado pelo mercado de ações. Além disso, segundo seus tweets, a crise econômica foi um encorajamento decisivo.

No entanto, mesmo esses argumentos tendo embasamento em dados, eles só serão confirmados dentro de uma semana. Dessa forma, se o BTC ficar otimista (e ele está demonstrando que vai), pode ser que a dissociação ocorra completamente. Isso será um grande marco para a cripto.

Um dos grandes colaboradores para isso foi o fracasso dos EUA na tentativa de conter a devastação do coronavírus, onde concordou com medidas econômicas ainda mais destrutivas do que a própria doença. O resultado foi uma queda de 5% em menos de 3 minutos nas ações, o que causou encerramento automático de operações no mercado de ações por lá.

Semana crítica para o Bitcoin

É muito importante que o Bitcoin se dissocie do mercado de ações, o que permitirá maior autonomia e com certeza levará à sua expansão. No entanto, como apontou o analista Woo, estamos na semana crítica para que isso ocorra, e muita coisa está em jogo aqui.

Se somarmos o aumento de preço de 30% no BTC e a “queda mais rápida de ações já vista” ocorrendo nos EUA, temos uma ótima oportunidade de dissociação para o criptomercado em geral.

De fato, para Woo, o Bitcoin fará o papel que o ouro fez em 2008, sendo uma fuga de investidores que anseiam pela segurança de seu patrimônio. No entanto, tudo indica que o ouro também será escolhido como hedge por muitas pessoas, podendo dividir mercado com o Bitcoin.

Porém, algo que estamos esquecendo de citar aqui é a possível queda que o BTC pode ter, sendo o cenário mais provável de acordo com traders experientes. O que será que nos aguarda virando a esquina?

Adoção do Bitcoin pode aumentar número de fraudes

Quanto mais o Bitcoin fica famoso, mais fraudes envolvendo a cripto surgem no horizonte. No entanto, nem mesmo uma pandemia global foi capaz de amolecer o coração de cibercriminosos, e um novo ransomware foi lançado, chamado de CovidLock.

Aproveitando o grande hype da doença, existem aplicativos que circulam pela internet, cuja intenção seria ajudar no surto de coronavírus. Porém, alguns deles são ransomwares, podendo trocar a senha de bloqueio da tela do aparelho, liberando-o só depois de um pagamento em Bitcoins.

Além disso, há vários “faraós” espalhados pelo mundo esperando uma oportunidade de ouro como essa. Se o BTC indicar um novo rali, por exemplo, a chance de novas pirâmides financeiras envolvendo a cripto são enormes.

Todos são possíveis efeitos colaterais de uma rápida valorização do Bitcoin, e os alvos mais fáceis para isso são pessoas com pouca ou nenhuma informação acerca do criptomercado.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário