Início»Criptomoedas»Bitcoin»QUAL O CUSTO E QUAL PAÍS É MELHOR PARA SE MINERAR BITCOIN?

QUAL O CUSTO E QUAL PAÍS É MELHOR PARA SE MINERAR BITCOIN?

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Uma das modalidades para obter rentabilidade com Criptomoedas, se dá pela mineração em suas cadeias de blocos. Para minerar Bitcoin e conseguir aferir lucros. Deve-se pesquisar muito sobre os equipamentos e o custo da eletricidade no local desejado.

Em pesquisa realizada recentemente dentre mais de 115 países, chegou se ao custo médio de mineração de 1 BTC. Na pesquisa foi levado em consideração o custo de energia e o consumo de eletricidade das mineradoras. Para chegar ao consumo energético foi levado em consideração a média de consumo dos principais Drivers de mineração (AntMiner S7, AntMiner S9 e Avalon 6).

Locais com maior custo de energia para minerar Bitcoin

Os dez países mais caros para se obter Criptomoedas por mineração são: Coreia do Sul com preço de mineração em estimativa de US $ 26.170,00, segue na lista o país Niue com US $ 17.566,00; Bahrein com US $ 16.773,00; Ilhas Salomão com US $ 16.209,00; Ilhas Cook com US $ 15.86,00; Ilhas Marshall com US $ 14.751,00; Tonga com US $ 14.671,00; Tuvalu com US $ 14.493;00; Dinamarca com US $ 14.275,00; e Alemanha com US $ 14.275,00.

Locais com menor custo de energia para minerar Bitcoin

Agora se tratando dos países com menores gastos para mineração, temos em primeiro lugar a Venezuela com estimativa de gastos para adquirir criptomoedas em US $ 531 dólares; segue Trinidad e Tobago com US $ 1.190,00; Taiwan com US $ 1.191,00; Uzbequistão com US $ 1.788,00; Ucrânia com US $ 1.852,00; Myanmar com US $ 1.983,00; Kuwait com US $ 1.983,00; Bielorrússia com US $ 2.177,00; Bangladesh com US $ 2.379,00 e Cazaquistão com US $ 2.835,00.

No Brasil devido ao alto custo da energia elétrica não se obtém lucro minerando BTC, considerando o valor atual da moeda. Muitos brasileiros nos últimos anos mudaram para o Paraguai, com o intuito de montar mineradoras próprias e para criar empresas de mineração. Aproveitando assim o baixo custo da energia para obter bons lucros.

Se deseja compreender melhor sobre o mercado, indicadores e como tomar melhores decisões faça o nosso Workshop (Blockchain e Criptomoedas), estamos com várias turmas abertas neste ano de 2018.

Leia Também:  Dois sul-coreanos condenados por fraude de US$ 20 milhões em Bitcoin

Quer conhecer um pouco mais de outras criptomoedas? Aqui está nossa lista com os capítulos publicados da nossa série sobre as principais criptomoedas do mundo:

Siga-nos nas redes sociais
Canal no Telegram Siga-nos no Facebook Acompanhe nosso Twitter Siga-nos no Instaram
Artigo anterior

REINO UNIDO ABRE INVESTIGAÇÃO PARA AVALIAR RELAÇÃO DAS CRIPTOMOEDAS COM O ESTADO E AS EMPRESAS

Próximo artigo

Petro: Venezuela lança pré-venda da criptomoeda nacional financiada pelo petróleo

Nenhum Comentário

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.